Caracas: morte e prisões

Policial ferido em manifestação é 35ª vítima

Por O Dia

Venezuela - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesta quinta-feira que foram capturados quatro supostos chefes de grupos armados de Caracas que, segundo afirmou, dirigem uma “insurgência armada contra o Estado e a sociedade venezuelana”. “Foram apreendidas armas, bombas, fuzis”, disse o mandatário.

Nesta quinta, foi mais um dia de protestos por todo o país. Maduro fez na segunda-feira um chamado ao poder “constituinte originário” para que se convoque uma Assembleia Nacional Constituinte, apontando que não há outra alternativa para atingir a paz no país e vencer o “golpe de Estado”.

Um agente da polícia do estado de Carabobo morreu ontem após ser ferido na quarta-feira durante uma manifestação. Com este caso, sobe para 35 o número de mortos durante a onda de protestos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência