Presidentes da China e Coreia do Sul planejam unir forças contra Coreia do Norte

Líderes conversaram por telefone nesta quinta e combinaram estreitar laços para conseguirem desacelerar programa nuclear da Coreia do Norte

Por O Dia

Seul - Os presidentes da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e da China, Xi Jinping, combinaram nesta quinta-feira, por telefone, melhorar laços entre os dois países e cooperação para conseguirem a desnuclearização da Coreia do Norte, segundo informou o Gabinete Presidencial de Seul.

Jinping telefonou para Moon, o felicitando por sua vitória nas eleições, realizadas na última terça-feira, na primeira vez em que um mandatário chinês liga para parabenizar um presidente sul-coreano recém-eleito.

"Ambos trocaram opiniões sobre como melhorar o rumo das relações entre Coreia do Sul e China, além de uma ampla gama de questões relacionados com a península coreana", explicou, em coletiva de imprensa, o novo porta-voz da presidência sul-coreana, Yoon Young-chan.

O telefonema durou cerca de 40 minutos e durante a ligação, eles se mostraram de acordo em que "a desnuclearização da península coreana é um objetivo conjunto dos dois países", afirmou Yoon.

Durante a conversa, Moon pediu a Xi Jinping uma "atenção especial" na aplicação de sanções e restrições sobre pessoas e empresas norte-coreanas aprovadas como punições pelos testes nucleares e de mísseis de Pyongyang, disse o porta-voz.

"O presidente Moon afirmou que esperava se reunir com o presidente Xi em um futuro próximo, e Xi convidou Moon para ir a Pequim em uma visita oficial", acrescentou.

A conversa acontece em um momento marcado pela crescente tensão em torno da península devido a testes de armas da Coreia do Norte e da retórica endurecida dos Estados Unidos, que pediu a China, único aliado de peso do regime de liderado por Kim Jong-un, a pressionar Pyongyang para encerre seu programa nuclear. 

Últimas de _legado_Mundo e Ciência