Trump fala grosso sobre caso da Rússia

Presidente volta a jurar ser mentira acusação de conluio com Moscou

Por O Dia

Washington -  Impopular e cada vez mais acuado pelas suspeitas de relações com os russos, o presidente americano, Donald Trump, classificou ontem de falsas as afirmações sobre suposto conluio com Moscou, ao responder a novas revelações da imprensa, segundo as quais o procurador independente Robert Mueller busca investigar se o chefe de Estado obstruiu a Justiça. “Eles fizeram um falso conluio com a história russa. Não encontraram nenhuma prova. Agora, falam em obstrução da Justiça nessa notícia falsa. Que bonito”, ironizou Trump no Twitter. Em uma segunda mensagem, Trump denunciou “a maior caça às bruxas da história política dos EUA”.

O presidente tem muito em jogo neste caso. Se houver provas de que obstruiu a Justiça, poderia se iniciar, teoricamente, processo de impeachment no Congresso. O procurador Mueller, ex-chefe do FBI, interroga autoridades da inteligência para determinar se o presidente tentou frear ou bloquear a investigação sobre a ingerência russa no processo eleitoral americano em 2016, segundo o ‘Washington Post’ e o ‘New York Times’.

O Congresso americano parece determinado a não reduzir a pressão em relação à Rússia. Ontem, o Senado aprovou novas sanções contra Moscou e um projeto de lei que permite ao parlamento impedir que o presidente as derrube.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência