Rainha Elizabeth e Príncipe William visitam sobreviventes de incêndio

Monarcas estiveram em abrigo onde moradores do prédio estão sendo abrigados na manhã desta sexta-feira

Por O Dia

Londres - A rainha Elizabeth II e o príncipe William visitaram nesta sexta-feira o "Westway Sports Centre", local que está sendo usado de abrigo para sobreviventes do incêndio na torre Grenfell, na última quarta-feira.

Os membros da família real britância prestaram condolências aos familiares das vítimas da tragédia que matou 30 pessoas e deixou dezenas de feridos. Anteriormente, a rainha já havia divulgado que suas orações estavam com os londrinos afetados pelo incêndio. 

Também nesta manhã, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, foi ao Chelsea and Westminster Hospital, onde são tratadas oito vítimas, três delas em estado grave.

A visita pode ser vista como uma resposta às duras críticas dos moradores do oeste de Londres, após May visitar o local do incêndio, mas não se encontrar com as vítimas. Outros membros do Partido Conservador, da premiê, pediram que ela mostrasse preocupação pelas dezenas de vítimas e pelos sobreviventes do incêndio.

May irá posteriormente comandar uma reunião sobre como as autoridades podem ajudar as vítimas e as comunidades afetadas.

Número de mortos sobe para 30

A polícia de Londres informou nesta sexta-feira que o número de mortos no incêndio em um prédio residencial na cidade subiu para 30. Segundo as autoridades, ele pode crescer ainda mais.

A polícia informou que 24 pessoas recebem tratamento no hospital, dentre as quais 12 estão em estado grave. O fogo atingiu o edifício de 24 andares no início da quarta-feira.

As autoridades britânicas têm sido alvo de questionamento sobre se não foram lentas para lidar com o problema, em questões como medidas de prevenção a incêndios em moradias para pessoas de baixa renda.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, determinou uma investigação pública sobre o incêndio

Últimas de _legado_Mundo e Ciência