Trump afirma não ter gravações de conversas com ex-diretor do FBI

Fitas com diálogos entre o presidente e James Comey comprovariam a existência de um conluio envolvendo sua equipe de campanha e a Rússia

Por O Dia

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quina-feira que não possui gravações de suas conversas reservadas com o ex-diretor do FBI, James Comey, apesar de ter sugerido que possuía "fitas" desses diálogos. O  relato foi feito através de sua conta pessoal no Twitter.

O presidente norte-americano Donald TrumpAFP

"Não tenho ideia se existem 'fitas' de minhas conversas com James Comey, mas não as fiz e não tenho gravações", afirmou Trump no Twitter.

Ao demitir Comey do cargo de diretor do FBI, no início de maio, o próprio Trump utilizou o Twitter para enviar ameaça indireta afirmando que ele mantivesse o silêncio, e sugerindo que poderia ter gravações das conversas entre ambos. 

"James Comey faria bem em assegurar-se que não existam 'gravações' de nossas conversas antes de começar a fazer revelações à imprensa!", escreveu Trump em 12 de maio, só três dias depois da demissão. 

A controversa publicação foi interpretada, em geral, como uma ameaça ao ex-diretor do FBI.

Com informações da AFP

Últimas de _legado_Mundo e Ciência