Tempestade Lidia deixa pelo menos quatro mortos no México

Fenômeno natural deixou rastro de destruição no noroeste do país

Por O Dia

México - Ao menos quatro pessoas morreram no estado mexicano de Baixa Califórnia do Sul, no noroeste do país, após a passagem da tempestade tropical Lidia, que provocou chuvas intensas e causou graves danos em estradas, casas e serviços básicos.

Tempestade Lídia deixou rastro de destruição no noroeste do México e pelo menos quatro mortosPedro Pardo/AFP

As informações foram do governador do estado, Carlos Mendoza. "Lidia deixa um saldo vermelho em Baixa Califórnia do Sul" afirmou o político à imprensa local.

Um boletim da Proteção Civil estadual detalhou que duas pessoas morreram por uma descarga elétrica e que outras duas, entre elas uma menor de idade, se afogaram após ser arrastadas pela corrente de um córrego que tentavam atravessar. 

De acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, por suas siglas em inglês), Lidia avançava sobre a parte sul da península da Baixa Califórnia, no Pacífico, com ventos sustentados de 95 km/h. Espera-se que, ao avançar para o norte, saia da parte terrestre.

Na zona afetada por Lidia há balneários de prestígio internacional como Cabo San Lucas e San José del Cabo, cujos turistas foram trasladados a abrigos sem que fossem registrados incidentes maiores.

Por sua localização geográfica e pela sua ampla faixa costeira, tanto no Pacífico como no Atlântico, o México é um dos países mais vulneráveis aos furacões.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência