China critica EUA após pedido para pressionar Coreia do Norte

Responsável por cerca de 90% do comércio norte-coreano, governo chinês não pretende mudar relação econômica

Por O Dia

Pequim - O jornal do Partido Comunista da China, People's Daily, criticou os Estados Unidos por exigir que Pequim pressione mais a Coreia do Norte a pausar seu programa de armas nucleares. "Pequim nunca irá aceitar a responsabilidade imposta pelos Estados Unidos", segundo a publicação. A China é responsável por cerca de 90% do comércio da Coreia do Norte.

China e Estados Unidos não se entendem sobre Coreia do NorteEfe

O jornal ainda apontou que as sanções contra o regime de Pyongyang não devem interferir no "comércio legítimo" entre a Coreia do Norte e o mundo exterior, ou prejudicar as pessoas comuns. Sanções não são "uma ferramenta para prejudicar o regime", salienta a publicação.

Mais tarde, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, Lu Kang, disse para repórteres que "alguns partidos envolvidos" - em referência aos EUA e Coreia do Norte - "seguem mandando mensagens ameaçadoras tanto em palavras quanto em intenções, que incluem alertas de ações militares".

"Esse tipo de ação não ajuda a resolver o problema, apenas complica a situação", afirmou.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência