Demi Lovato diz que decidiu tratar alcoolismo após quase ser abandonada

Cantora disse que correu atrás de tratamento após seus familiares, frustrados com intervenções malsucedidas, decidirem que a abandonariam caso ela continuasse seu vício

Por O Dia

Estados Unidos - A cantora norte-americana Demi Lovato revelou que decidiu buscar ajuda para tratar o alcoolismo quando estava "no fundo do poço" e sob ameaça de ficar longe da família A declaração ocorreu em entrevista ao apresentador Jonathan Ross, no The Jonathan Ross Show que vai ao ar sábado nos Estados Unidos, conforme a publicação People.

Demi disse que correu atrás de tratamento após seus familiares, frustrados com intervenções malsucedidas, decidirem que a abandonariam caso ela continuasse seu vício. "Naquele momento eu soube…Tinha chegado ao fundo do poço e precisava fazer isso (melhorar) por mim mesma", afirmou.

A artista também contou que seus pais a proibiram de ver sua irmã, Madison de La Garza, hoje com 15 anos, enquanto a ex-estrela do Disney Channel dispensasse a reabilitação. "Uma das razões por que fiquei sóbria foi para ficar perto dela", disse.

No começo do mês, Demi revelou à People que ficar sóbria é algo a que se dedica sempre. "Todo dia é uma batalha", afirmou.

Ela também disse como decidiu contar ao mundo de sua decisão. "Meu técnico de reabilitação disse: ‘Você pode manter isso como assunto particular ou deixar todo mundo sabendo, e, talvez, alguém possa aprender com você." Demi descreveu sua reação ao ouvi-lo: "Pensei: 'É mais importante que as pessoas saibam da minha luta do que manter isso para mim mesma'"

Últimas de _legado_Mundo e Ciência