Mulher usa selfies no Instagram para denunciar assédio nas ruas

Noa Jansma publicou, durante um mês, foto de homens que a perturbaram enquanto ela andava pelas ruas de Amsterdã

Por O Dia

Holanda - A estudante holandesa Noa Jansma, de 20 anos, usou o Instagram para denunciar os assédios que sofre diariamente ao circular pelas ruas de Amsterdã. Durante um mês, a jovem postou selfies com homens que passaram cantadas enquanto ela caminhava. 

Jovem posta selfies com seus assediadores no InstagramReprodução Internet


"Cantada não é um elogio. Este Instagram tem o objetivo de criar consciência sobre a objetificação da mulher na vida cotidiana", diz a mensagem de apresentação do projeto #dearcatcallers. 

A jovem disse à "BBC" que criou o Instagram porque tinha medo de enfrentar diretamente os assediadores, mas também não acha certo o fato de que um homem possa simplesmente ir embora após dizer o que quer, sem nenhuma consequência. 

Jovem posa com um de seus assediadoresReprodução Internet

"Ao fazer a selfie, tanto o objetificador quanto o objeto ficam reunidos em uma única composição", disse a jovem, que apenas pedia para tirar uma foto com o homem, sem contar que usaria sua imagem no Instagram. 

"Se esses homens me pedirem para remover a fotografia, eu o farei porque não quero arruinar a vida deles. É mais como um espelho. Eles estão invadindo a minha privacidade nas ruas, na frente de todo mundo, então estou invadindo a privacidade deles". 

Jovem posa com seu assediadorReprodução Internet


Últimas de _legado_Mundo e Ciência