Artista russo é preso após atear fogo na fachada do Banco da França

Artista é conhecido por suas polêmicas performances políticas

Por O Dia

Paris - O artista russo Piotr Pavlenski foi detido na madrugada desta segunda-feira depois de incendiar a fachada de uma filial do Banco da França em Paris, informaram várias fontes.

Os bombeiros chegaram por volta das 4h00 para "apagar o fogo de origem criminosa ao lado da fachada do Banco da França", disse um porta-voz.

De acordo com imagens postadas nas redes sociais, Pavlenski, vestido de preto e com cabeça raspada, ateou fogo às paredes do prédio e parou de frente para a porta.

Artista Russo é preso após colocar fogo em filial do Banco da França Reprodução/Twitter

O artista, acostumado a realizar grandes atos de protesto, foi preso juntamente com sua parceira, Oksana Chaliguina. 

"O banco não abrirá até novo aviso. O Banco da França não poderá realizar seus serviços", afirmou um porta-voz da instituição financeira à AFP, acrescentando que apresentará uma denúncia formal.

Piotr Pavlenski e sua parceira obtiveram asilo político na França em maio passado. O artista, que desafiou o Kremlin em várias ocasiões, afirmou que corria o risco de ser preso por dez anos em seu país.

Pavlenski, de 33 anos, é conhecido por suas "performances" políticas. Em 2013, cravou seus testículos no pavimento da Praça Vermelha e, em 2012, cortou a boca para protestar contra a prisão da banda Pussy Riot.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência