Promotoria de Los Angeles cria equipe especial para escândalos sexuais

Medida acontece após inúmeras denúncias envolvendo celebridades de Hollywood

Por O Dia

EUA - A promotora de Los Angeles Jackie Lacey anunciou nesta quinta-feira a criação de uma célula especial para analisar as numerosas denúncias de abuso sexual contra celebridades de Hollywood.

Harvey Weinstein, premiado produtor de Hollywood, foi acusado de assédio por várias atrizesAFP

Lacey explicou que até o momento não recebeu qualquer denúncia passível de ser levada à Justiça.

"Estamos em contato com os departamentos de polícia de Los Angeles e Beverly Hills", que abriram diversas investigações, incluindo contra o produtor Harvey Weinstein, o diretor James Toback e o ator Ed Westwick.

A imprensa americana informou nesta terça-feira que o promotor do distrito de Manhattan está preparando uma denúncia contra Weinstein com base na acusação feita pela atriz Paz de la Huerta.

No início de outubro, o jornal The New York Times e a revista New Yorker revelaram as primeiras acusações contra Weinstein, que se multiplicaram e hoje envolvem dezenas de supostas vítimas.

O caso deflagrou uma onda de denúncias na indústria cinematográfica e atingiu o ator Kevin Spacey, acusado de múltiplos assédios contra homens jovens; o produtor Brett Ratner; o ator Steven Seagal; o  agente David Guillod; o ator e comediante Louis C.K. e o ex-presidente dos estúdios Amazon Roy Price.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência