Trump designa a Coreia do Norte como patrocinadora do terrorismo

Medida representa adoção de medidas mais duras contra Pyongyang. Apenas Irã, Sudão e Síria fazem parte da lista

Por O Dia


Washington -  O presidente Donald Trump anunciou nesta segunda-feira a designação da Coreia do Norte como Estado patrocinador do terrorismo, em um novo passo para fortalecer o isolamento internacional do governo de Pyongyang.

"Os Estados Unidos designam a Coreia do Norte como Estado patrocinador do terrorismo. Isso deveria ter ocorrido há tempos", afirmou Trump na Casa Blanca.

Ele acrescentou que o governo norte-coreano "apoiou repetidamente atos de terrorismo internacional".

Donald Trump inclui Coreia do Norte na lista de países patrocinadores de terrorismoAFP

A Coreia do Norte já havia sido incluída nesta lista em 1988 pelo governo de Ronald Reagan por causa da derrubada de um avião sul-coreano no ano anterior, mas foi retirada em 2008, durante a administração de George W. Bush.

Atualmente nesssa lista figuram apenas o Irã, o Sudão e a Síria. Cuba foi retirada em 2015.

A inclusão da Coreia do Norte representa a adoção de novas sanções "em apoio a nossa campanha de pressão máxima para isolar esse regime assassino", afirmou o presidente americano.

Em breve, segundo ele, o departamento do Tesouro anunciara uma nova e forte sanção contra a Coreia do Norte.

Trump afirmou que a Coreia do Norte "deve por fim a seu programa ilegal de desenvolvimento de mísseis balísticos e cessar todo o apoio ao terrorismo internacional".


Últimas de _legado_Mundo e Ciência