Uber revela que hackers roubaram dados de 57 milhões de usuários

Entre os prejudicados, há 600.000 motoristas, cujos nomes e números de carteiras de habilitação foram hackeados

Por O Dia

Estados Unidos - O Uber disse, nesta terça-feira, que hackers roubaram os dados de 57 milhões de usuários do serviço de transporte em todo o mundo no final de 2016.

Entre esses 57 milhões de usuários, há 600.000 motoristas, cujos nomes e números de carteiras de habilitação foram hackeados.

Os nomes dos usuários, assim como seus e-mails e números de telefone foram roubados, informou o diretor-executivo do Uber, Dara Khosrowshasi, em um comunicado.

"Nada disso deveria ter acontecido, e não vou arranjar desculpas para isso", acrescentou Khosrowshahi.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência