Coreia do Norte vê 'provocação séria' dos EUA e diz que buscará armas nucleares

Governo americano classificou regime de Kim Jong-un como patrocinador do terrorismo

Por O Dia

Pyongyang - A Coreia do Norte qualificou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de classificar o país como um Estado patrocinador do terrorismo como uma "provocação séria", que justifica o desenvolvimento de armas nucleares por Pyongyang

Foto divulgada hoje pela agência estatal de notícias da Coreia do Norte%2C a KCNA%2C mostra Kim Jong-un supostamente inspecionando armas nucleares em um local não reveladoAFP

A agência estatal norte-coreana, KCNA, afirmou nesta quarta-feira que o país não tem conexão com o terrorismo e "não se importa se os EUA colocam ou não o chapéu do terrorismo sobre nossas cabeças". Segundo a agência oficial, a ação americana mostra que a Coreia do Norte deve continuar a buscar armas nucleares para se proteger da hostilidade do rival.

Especialistas dizem que a decisão dos EUA de colocar a Coreia do Norte de volta em sua lista de apoiadores do terrorismo tem efeito prático limitado. Por outro lado, isso pode dificultar uma solução diplomática para o impasse em relação ao programa nuclear do regime de Kim Jong-un.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência