Explosão foi registrada na área onde submarino argentino desapareceu

Relatório que confirmou a ocorrência de uma explosão coincide com a informação recebida dos Estados Unidos a respeito de uma anomalia hidroacústica

Por O Dia

Argentina - Uma explosão foi registrada no mar no dia 15 de novembro quando desapareceu o submarino argentino com 44 tripulantes, informou nesta quinta-feira o porta-voz da Armada, a Marinha argentina, Enrique Balbi. 

GALERIA DE FOTOS: Buscas por submarino chegam à fase crítica 

Tratou-se de "um evento anômalo, singular, curto, violento e não nuclear consistente com uma explosão", afirmou o porta-voz, que admitiu que houve "uma explosão" nessa zona do Atlântico.

O relatório "coincide com a informação recebida dos Estados Unidos" na quarta-feira a respeito de uma "anomalia hidroacústica detectada na quarta-feira, 15 de novembro, às 10H31" (11H31 de Brasília), cerca de  três horas após a última comunicação do "ARA San Juan" com sua base.

A confirmação se deu por meio de um relatório do embaixador argentino da Áustria, indicou.

"O embaixador também é membro de uma organização de controle de testes nucleares que conta com uma rede para detectar a realização de testes nucleares", indicou o porta-voz.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência