Homem mais gordo do mundo se recupera após segunda redução de estômago

Espera-se que Juan Pedro Franco, que já alcançou a marca de 600 kg, perca 200 quilos com o procedimento

Por O Dia

México - Um mexicano que foi considerado o homem mais obeso do mundo - chegando a pesar quase 600 kg - se encontra estável após ser submetido a uma segunda cirurgia de redução de estômago, informou o centro médico que o atende nesta quinta-feira.

Juan Manoel Pedro se recupera de cirurgia no seu quarto em hospital do MéxicoAFP

Juan Pedro Franco, de 33 anos, foi operado na quarta-feira na cidade de Zapopan (Jalisco, oeste), e espera-se que perca mais de 200 quilos com esta intervenção, indica um comunicado do Gastric Bypass México.

"Juan Pedro saiu muito bem desta cirurgia e estamos muito otimistas com os resultados que irão se apresentando de forma progressiva", disse o cirurgião José Antonio Castañeda, citado no comunicado. "Pensamos em lhe dar alta em poucos dias".

Trata-se de uma "conversão a bypass gástrico por laparoscopia", a segunda e mais importante cirurgia de um processo para perder peso que Franco começou há um ano.

"Fizemos uma divisão de seu estômago à metade e de forma horizontal para que fique muito menor e tenha mais capacidade gástrica. Realizamos uma divisão intestinal", explicou o médico, que espera que Franco possa parar de tomar medicação para diabetes e hipertensão.

Franco, que fez sua primeira operação em maio, desta vez entrou na sala de cirurgia pesando 366 quilos.

Embora espere conseguir pesar cerca de 120 quilos em um ano e meio, o processo gera muita angústia. 

"Desta vez estava mais nervoso do que na primeira operação, mas sabia que esta segunda cirurgia era uma prioridade na minha vida para poder seguir em frente (...) Cada vez estou mais perto de ter um peso saudável e continuarei querendo isso", comentou com a Gastric Bypass México.

Franco chegou a pesar 595 quilos e este ano obteve um certificado da organização Guinness World Records por ser o homem vivo mais pesado do mundo.  

Franco é oriundo do estado de Aguascalientes, mas deverá permanecer no vizinho Jalisco para continuar sob controle médico e psicológico.

Em maio de 2016 faleceu Manuel Uribe, outro mexicano que com 597 quilos chegou a ser o homem mais gordo do mundo em 2007, segundo o Guiness World Records.