Trump condena ataque 'horrível e covarde' contra mesquita no Egito

Ao menos 235 pessoas morreram nesta sexta-feira no ataque contra uma mesquita no norte do Sinai, no Egito

Por O Dia

Washington - O presidente Donald Trump condenou o ato contra mesquita no Egito e definiu como "horrível e covarde". O líder falou sobre o massacre que matou 235 pessoas através do seu Twitter, nesta sexta-feira.

"O mundo não pode tolerar o terrorismo, devemos derrotá-los militarmente e desacreditar a ideologia extremista que forma as bases de sua existência", afirmou Trump no Twitter.

Ao menos 235 pessoas morreram nesta sexta-feira no ataque contra uma mesquita no norte do Sinai egípcio, realizado por homens armados no momento da grande oração semanal, no mais mortal ocorrido no Egito nos últimos anos.

O atentado, que ainda não foi reivindicado, aconteceu na mesquita Al-Rawda, no vilarejo de Bir al-Abed, a oeste de Al-Arish, a capital da província do Sinai do Norte, região onde as forças de segurança combatem a facção egípcia do grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Atentado causou a morte de dezenas de pessoas no templo religiosoAFP


Últimas de _legado_Mundo e Ciência