Primeiro-ministro anuncia o fim da guerra contra o Estado Islâmico no Iraque

Em 2014, os extremistas assumiram o controle de um terço do país em uma ofensiva relâmpago

Por O Dia

Bagdá - O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anunciou neste sábado o "fim da guerra" que as forças do governo travam há três anos contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI).

"Nossas forças controlam completamente a fronteira Iraque-Síria e, portanto, anuncio o fim da guerra contra o Daesh", acrônimo em árabe do EI, afirmou em Bagdá durante uma conferência organizada pelo sindicato iraquiano dos jornalistas.

"Nosso inimigo (...) queria matar nossa civilização, mas vencemos graças à nossa unidade e determinação. Nós os derrotamos em pouco tempo", completou.

Em 2014, o EI assumiu o controle de um terço do país em uma ofensiva relâmpago, o que colocou em perigo a existência do Estado iraquiano.

Com a ajuda da coalizão internacional liderada pelos, as forças iraquianas iniciaram uma contraofensiva para reconquistar o terreno perdido.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência