Bombardeios aéreos matam 19 pessoas na província síria de Idlib

Sete crianças estão entre os mortos, de acordo com a a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH)

Por O Dia

Beirute - Dezenove civis, incluindo sete crianças, morreram em bombardeios noturnos em uma localidade sob controle dos rebeldes na província de Idlib, noroeste da Síria - informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Os ataques foram, provavelmente, "lançados pela Aviação russa e tiveram como alvo diversas casas em Maarshurin", afirmou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman. Treze pessoas são da mesma família, acrescentou.

Hoje, os moradores da localidade tentavam afastar os escombros, depois que os socorristas retiraram mortos e feridos. "São casas de civis!", exclamou um morador indignado, que se identificou como Zahed Abu Abdo.

De acordo com o OSDH, 25 pessoas ficaram feridas no ataque aéreo. Algumas se encontram em estado grave. A Rússia se envolveu militarmente na guerra na Síria em setembro de 2015 e apoia o governo de Bashar al-Assad.

Grande parte da província de Idlib está sob controle de Tahrir al-Sham, uma coalizão extremista composta essencialmente pelo ex-braço da Al-Qaeda no país. Essa província é uma das zonas de distensão estabelecidas na Síria para reduzir a violência, em virtude de acordos entre Rússia, Irã (outro aliado do governo) e Turquia. Esta última apoia a oposição ao governo de Assad.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência