Por marta.valim

A multinacional alemã Siemens pretende suprimir 11.600 postos de trabalho no mundo como parte de um plano de reestruturação que contempla a redução do número de divisões.

Um porta-voz da empresa confirmou as declarações do presidente da empresa na quinta-feira em uma conferência com investidores em Nova York.  No dia 7 de maio, o presidente da Siemens, Joe Kaeser, tinha anunciado um plano de reestruturação para melhorar a rentabilidade do grupo, que enfrenta uma grande concorrência.

A ideia é agrupar as atividades da multinacional em nove divisões, contra as 16 atuais, e suprimir postos de direção para reduzir os custos operacionais em um bilhão de euros por ano a partir de 2016.

No total, 7.600 empregos serão cortados no âmbito da reestruturação das divisões e outros 4.000, no reagrupamento das atividades regionais.

A empresa informou que tentará deslocar alguns funcionários para os "setores que serão reforçados", segundo o porta-voz, que não revelou a distribuição geográfica nem as divisões afetadas.


Você pode gostar