Realtime Corp e Microsoft fecham parceria mundial

A Azure, plataforma de nuvem da empresa norte-americana, passa agora a hospedar a tecnologia da brasileira que atualiza automaticamente páginas da internet. O acordo foi assinado ontem em Washington, nos EUA

Por O Dia

A Realtime Corp assinou ontem, nos Estados Unidos, acordo global com a Microsoft para hospedar sua tecnologia que atualiza automaticamente páginas da internet na Microsoft Azure, plataforma de nuvem da empresa norte-americana.

Atualmente, a Realtime gera mais de três milhões de mensagens por segundo e conecta mais de 250 milhões de usuários ativos mensais. Segundo comunicado da empresa, a decisão de migrar para a Azure tem a ver com o fato de a plataforma ter demonstrado uma “resposta mais rápida, maior flexibilidade e uma maior rentabilidade”. Até hoje, a Realtime era uma das principais clientes da AWS Amazon.

A tecnologia da Realtime cria uma conexão permanente e bidirecional entre cada aplicação e o usuário, permitindo a entrega de conteúdo constante, sem depender de qualquer ação do usuário. Ela abre novas oportunidades de negócio em dispositivos móveis, nuvem e internet das coisas.

A infraestrutura da Realtime conta com mais de sete datacenters, que utilizam mais de 200 máquinas virtuais e 1.600 núcleos para apoiar mais de 160 TB de transferência de dados por mês. Os três pilares estratégicos da Microsoft — nuvem, mobile e digital advertising — são os mesmos da Realtime, o que vai ajudar na integração dos produtos das duas empresas.

Na última segunda-feira, o diretor-geral da Microsoft Portugal, João Couto, e o CEO da Realtime nos Estados Unidos, André Parreira, haviam assinado memorando de entendimento em Washington.

“Nosso objetivo é chegar aos dois milhões de usuários e definir um padrão para as aplicações da Realtime. Uma vez que acreditamos que o futuro é móvel, na nuvem e em tempo real, precisamos fazer parceiras com os melhores parceiros de ‘cloud’. A Microsoft é então uma ótima opção para nós”, disse Parreira.

A Microsoft Azure é uma plataforma de nuvem aberta, flexível e acessível, que permite aos programadores usar qualquer linguagem, estrutura ou ferramenta para construir, implantar e gerir suas aplicações. Com Diário Económico

Últimas de _legado_Notícia