Por douglas.nunes

Segundo maior evento mundial da indústria do petróleo e o mais importante realizado pelo Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), a Rio Oil & Gas Expo and Conference 2014 começou nesta segunda-feira, às 10h30min e vai até a próxima quinta-feira, no Riocentro, na Zona Oeste do Rio. A organização espera receber cerca de 55 mil visitantes de todo o mundo para esta 17ª edição, que tem expectativa de manter ou superar os R$ 152 milhões de negócios firmados na última edição em 2012. Naquele ano, o evento recebeu 53.086 visitantes.

Atrás apenas da Conferência de Tecnologia Offshore (OTC), edição realizada em Houston (Texas - EUA), a Rio Gas & Oil ocupará cerca de 95 mil m² e terá 30 países representados, em um evento com cerca de 1.300 expositores e 14 pavilhões internacionais. As plenárias contarão com a presença de nomes importantes do setor, como Fatih Birol, diretor-chefe da Agência Internacional de Energia (IEA), e József Toth, presidente do Conselho Mundial de Petróleo (WPC, na sigla em inglês).

Com o tema “Novo Cenário Geopolítico: Superando os Desafios”, a Rio Oil & Gas 2014 vai discutir as transformações na produção energética mundial provocadas por fatores relevantes, como o crescimento da produção de recursos não convencionais (petróleo e gás de xisto), além da abertura de novos mercados. Durante os três dias de exposição, palestras e rodadas de negócios, o setor pretende discutir como atrair mais investimentos para o país, mesmo em um momento de desaceleração da economia.

Entre os vários assuntos que estarão em debate destacam-se a competitividade da indústria de óleo e gás no Brasil, o uso de novas tecnologias na exploração em águas profundas, a consolidação do modelo de partilha no pré-sal e a importância do gás natural na matriz energética brasileira.

Você pode gostar