Por bruno.dutra

Madri -  O Santander, maior banco da zona do euro, divulgou nesta terça-feira alta de 52% no lucro líquido do terceiro trimestre, com recuo de perdas de crédito.

O banco espanhol foi apoiado por melhores resultados no Brasil, unidade que mais contribuiu para o resultado da grupo, e melhorias no mercado espanhol. Porém, o lucro líquido do grupo com empréstimos subiu um pouco menos que o esperado.

No Brasil, o Santander divulgou mais cedo que teve lucro 8% maior no terceiro trimestre, a R$ 537 milhões.

O Santander elevou meta de corte de custos nesta terça-feira, afirmando que agora prevê economizar 2 bilhões de euros até 2016 em vez de 1,5 bilhão de euros esperados anteriormente.

O banco afirmou que a margem financeira líquida, medida acompanhada de perto por investidores que representa empréstimos menos custo dos depósitos, subiu quase 8% no terceiro trimestre, para 7,47 bilhões de euros. Analistas esperavam, em média, margem de 7,56 bilhões.

O lucro do terceiro trimestre do grupo espanhol somou 1,61 bilhão de euros.

O Santander afirmou que as provisões totais para perdas com crédito caíram 15% nos nove meses encerrados em setembro sobre um ano antes.

O grupo afirmou que o lucro líquido de janeiro a setembro subiu 32% sobre o mesmo período de 2013, para 4,36 bilhões de euros.

Você pode gostar