Por monica.lima
Abrir uma franquia tem sido a opção para empreender. Mas nem sempre é fácil encontrar o local certo e o aluguel é sempre um peso para o franqueado. Diante disso, as franquias móveis — que dispensam endereço e vão onde o cliente está — estão ganhando espaço no franchising. Para especialistas do setor, este é um segmento que já deixou de ser uma tendência para se tornar um modelo de negócios para diferentes segmentos no setor de serviços e no varejo.
Fabiane Ploposki, idealizadora da franquia Boutique de Rua, vendia roupas para várias clientes dentro de empresas, em Curitiba. O processo, diz ela, era trabalhoso, já que para fechar as vendas, muitas vezes ela precisava fazer mais de uma viagem até o local de trabalho das clientes.
Publicidade
“Era uma mão de obra muito grande levar as peças desejadas pelas clientes, deixar com elas, ir buscar de volta, receber o dinheiro. Muitas vezes a cliente esquecia as roupas em casa ou esquecia o dinheiro, o cheque... Foi pensando nisso, no tempo que levava para fechar negócios e em como resolver com rapidez que criei a Boutique de Rua, em 2008”, diz Fabiane, hoje com sete unidades franqueadas em Campinas (SP), Guarapuava (PR) Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Campo Grande (MS) e Minas Gerais.
Segundo ela, a loja móvel é uma boa solução para contornar os aluguéis caros dos imóveis e, além disso, a vantagem está no deslocamento. Uma franquia da Boutique de Rua custa a partir de R$ 95 mil, incluindo o veículo.
Publicidade
“O valor aumenta de acordo com a sofisticação das lojas móveis. Padronizamos todos os veículos com uma empresa parceira para que todos possam rodar com os mesmos requisitos. Estamos criado uma rede de lojas e, como tal, elas precisam ser as mesmas onde estiverem”, afirma Fabiane.
Também em 2008, José Carlos Ramos, um apaixonado por carros e tudo que se refere ao mundo automotivo, se dedicou à área de reparação de veículos e decidiu se tornar um empreendedor, ao criar a Disk Reparo, empresa de serviço especializado em reparos rápidos de funilaria. O negócio prosperou e Ramos buscou parceiros investidores, hoje seus sócios. Em janeiro de 2012, foi lançada a franquia Disk Reparo, hoje com dez unidades no estado de São Paulo, que fazem de pequenos consertos em funilaria a recuperação de trincas em para-choques ou retrovisores. O custo da franquia gira em torno de R$ 190 mil. O plano agora é buscar franqueados no país inteiro.
Publicidade
Também voltada para veículos, a Doutor Lubrifica, no mercado de franchising desde março deste ano, fechou 50 contratos pelo Brasil. A rede oferece serviço de troca de óleo e filtro de ar delivery, com atuação em 18 estados. Atendimento em casa ou no trabalho foi o diferencial que chamou a atenção de clientes e candidatos à franquia. O investimento mínimo é de R$ 37 mil.
“Para o próximo ano, o nosso foco será o Nordeste, Sudeste e o Sul do Brasil”, diz Diego Oliveira, diretor de Franquias do Grupo VA, holding da qual a marca faz parte.
Publicidade
A rede de franquias Santo Bier, de São José do Rio Preto, já trabalha com modelos de negócios como quiosques e delivery. Mas decidiu levar o chope aonde quer que a festa esteja e criou um bar sobre rodas. Raphael Lanfredi, diretor da rede de bar móvel Santo Bier, afirma que, justamente pelo chopp ser o carro chefe da franquia, a empresa trabalha em parceria com diversas fornecedores da bebida.
“A expectativa para o próximo ano é expansão em território nacional com uma marca forte nos apoiando. Conquistamos um espaço significativo neste primeiro ano, mas agora é hora de crescer”, diz Lanfredi. Hoje, são 11 unidades e o investimento gira em torno de R$ 35 mil a R$ 60 mil para quem está começando na franquia.
Publicidade
De olho no crescimento do mercado de pet shops no Brasil, a rede Aussie Pet Mobile, fundada na Austrália, desembarca no país em breve, adianta Paulo Cesar Mauro, diretor-presidente da Global Franchise, consultoria responsável para intermediação entre a marca e os investidores brasileiros.
Com uma van adaptada para realizar todos os serviços prestados em um pet shop, a marca vai até a casa do cliente. O serviço é semelhante ao da brasileira Vans Dog, que tem investimentos de R$ 100 mil.
Publicidade
“A rede atualmente está presente em cinco países e tem mais de 350 unidades. O grande diferencial da Aussie Pet Mobile está em seus serviços e produtos exclusivos”, afirma Mauro.
Para Ana Vecchi, diretora da consultoria especializada em franchising, Vecchi Ancona, as franquias móveis trazem vantagens para consumidores e futuros empreendedores. “Para quem investe neste segmento, as vantagens estão no menor custo de investimento como área de loja, locação, condomínios, custos de marketing de shopping centers, equipe fixa de loja, flexibilidade de horários. E, para os clientes, a conveniência da hora marcada, em casa ou no trabalho, com profissionais qualificados que tornam o atendimento personalizado”, diz Ana.
Publicidade