Por monica.lima
Rio - De olho no mercado de chocolates premium, a Hershey traz para o país a marca Brookside. A linha, que já é vendida nos EUA, Canadá, Japão e Coreia do Sul, chega com uma nova proposta de consumo, que une o chocolate meio amargo à romã ou ao açaí com blueberry.
Segundo a Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados), o segmento de chocolates premium cresce 20% ao ano e já é responsável por de 6% a 8% do total de chocolates produzidos.
Publicidade
“A Brookside está alinhada à tendência de consumo e reúne três fatores: um chocolate mais premium, meio amargo e com composição mais saudável”, diz o diretor da Hershey Brasil, Marcel Sacco, acrescentado que as embalagens também são um diferencial, pois além do layout especial, permitem o fechamento após o consumo.
A novidade desembarca no Brasil em três tamanhos: 19g, 85g e 198g. “Trabalhamos os pontos de venda de acordo com a embalagem. Os tamanhos e preços se adequam a momentos de consumo diferentes”, diz o executivo. A distribuição já começou no Centro-Sul, e a chegada a todo o Brasil será gradativa. “Já estamos na Lojas Americanas”, completa Sacco.
Publicidade
Apesar de carregar o nome Hershey nas embalagens, as duas marcas serão trabalhadas de forma independente, e a Brookside tentará se aproximar do público feminino.
O lançamento reforça a aposta da Hershey no mercado brasileiro de chocolates, o terceiro maior do mundo. Em abril de 2014, a empresa trouxe para o país a Reese’s, que combina chocolate com recheio de manteiga de amendoim.
Publicidade
“O mercado brasileiro é interessante, tem todos os níveis de consumo, é disputado e grande, mas ainda tem muito espaço para crescimento”, destaca Sacco, que não descarta trazer novas marcas ao país e nem a criação de produtos específicos para o gosto do brasileiro. Segundo ele, 95% dos itens vendidos por aqui saem da fábrica de São Roque (SP) e apenas os produtos das marcas Reese’s e Brookside são importados.