Vigor amplia presença no setor de food service, com parceria com McDonald´s

Fabricante fecha acordo para fornecer base para sorvetes. Tendência da indústria é buscar mais parcerias com redes de fast food, diz especialista

Por O Dia

Rio - A fabricante de alimentos lácteos Vigor está ampliando a sua oferta de produtos no mercado de food service com a entrada na rede McDonald´s. Pelo acordo, a fabricante passará a oferecer a base para os sorvetes da rede em suas 846 lojas no Brasil. De acordo com a Vigor, a fórmula dos sorvetes da linha soft ice serão fornecidas em forma de bebida láctea, para processamento nas máquinas instaladas nas unidades do McDonald´s.

Com a entrada na rede de lanchonetes, a Vigor aumenta para cinco o número de produtos que oferta ao segmento de food service. Até então, a marca fornecia para o McDonald´s manteigas e margarinas, o chantilly Chantimix Amélia, o iogurte de polpa Vigor e o queijo ralado grosso Faixa Azul.

“Com a expansão dessa parceria mostramos a força da Vigor no setor de food service, com a oferta de produtos inovadores e de qualidade”, diz Cecília Ávila Martins, diretora de Food Service da Vigor. O valor do contrato não foi revelado.

A Vigor, no entanto, não será a única fornecedora de preparo lácteo para as máquinas de sorvete da rede de alimentação.

“A Vigor será mais uma parceria de nossos sorvetes. A BRF e também a Polenghi continuam a ser nossos fornecedores nesta categoria” diz o diretor de Supply Chain do McDonald’s, Celso Cruz, acrescentando que a empresa não precisou fazer nenhum investimento adicional para receber os produtos que vão abastecer suas lojas, uma vez que o maquinário permanece o mesmo.

A BRF informou que o contrato com o McDonald´s  “existe de longa data, em uma parceria que a empresa se orgulha em manter” e se dá a partir da marca Batavo. A negociação futura com a rede de lanchonetes para a manutenção ou não do fornecimento no segmento de food service ficará a cargo da francesa Lactalis, que, em setembro do ano passado, comprou, por R$ 1,8 bilhão, a Batavo e a Elegê da BRF. A transferência dos ativos para a Lactalis seguirá ao longo do ano de 2015, informou a BRF. Com a aquisição, a Lactalis, além das marcas, levou também as 17 fábricas da Batavo e da Elegê no Brasil.

Para Caio Gouvea, sócio diretor de Foodservice da GS&MD Gouvea de Souza, como no Brasil um terço do gasto do brasileiro é com alimentação fora do lar — dados de 2014 de levantamento feito pela consultoria — é natural que as empresas busquem aumentar sua presença na indústria neste segmento.

“Um dos caminhos para a indústria é o de procurar as grandes operadoras de fast food com soluções sob medida. Marcas como Vigor, BRF, Nestlé, utilizam a base de gordura animal para os sorvetes, uma vez que trabalham com outras linhas de produtos de origem animal.Com isso, criam pacotes de fornecimento. As redes, por sua vez, não ficam atreladas a um só fornecedor, evitando falhas na entrega”, explica Gouvea.

O movimento do McDonald's é o mesmo de outras redes de fast food, afirma uma fonte do setor. Todas fecham contratos com mais de uma empresa.

Últimas de _legado_Notícia