Por parroyo

A Petrobras recebeu aval da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para a venda de participação em uma área na Bacia de Potiguar, para a BG, e de outra na Bacia de Pelotas, para a Total.

A decisão foi tomada em reunião de diretoria da semana passada, conforme documento publicado pela agência na Internet nesta quinta-feira. Em ambos os casos, as empresas não apresentaram valores anteriormente, quando os acordos foram anunciados.

A BG ficará com 30% do contrato de concessão BM-POT-16, que pertencia à Petrobras, que ainda terá 30 por cento da área. As outras concessionárias são a Petrogal e a IBV Brasil, cada uma com 20 por cento de participação. O negócio foi fechado em julho de 2013.

Já a Total ficará com 50% da área BM-P-2 e ainda terá como sócia a Petrobras, com os demais 50%. Nesse caso, a venda havia sido autorizada pela diretoria da Petrobras em outubro de 2012, segundo declaração, na época, do então diretor de Exploração e Produção da estatal, José Formigli.

Você pode gostar