Niterói recebe campeonato estadual de carrinhos de controle remoto

Mais que uma brincadeira, veículos em miniatura custam cerca de R$ 5 mil e chegam a atingir a velocidade de 120 km/h

Por O Dia

Niterói - Apesar de parecer brincadeira de criança, os carrinhos de controle remoto viraram hobby de adulto e, em Niterói, ganharam até campeonato. O estadual de automodelismo On Road chega a sua sexta etapa no dia 14 de setembro.

A disputa acontece na pista que fica no Sam's Club, no Barreto. É como se fosse uma prova de fórmula 1 em escala dez vezes menor, mas os carros são como os reais, inclusive movidos a gasolina.

Membros da Associação de Automodelismo Radiocontrolado (AARCN)Divulgação

A pista de Niterói é a melhor do Rio e única do estado que já recebeu uma etapa da competição nacional. E o negócio é sério. Para ter uma noção, um bom carrinho custa cerca de R$ 5 mil e pode atingir a velocidade de 120 km/h.

Atualmente, a Associação de Automodelismo Radiocontrolado (AARCN), criada há seis anos, com CNPJ e tudo, conta com 300 associados.

O empresário Leandro Campos, de 34 anos, acaba de voltar da Espanha, onde correu e acabou com a 38ª colocação, dentre os 95 competidores. Agora, o foco é se preparar para o estadual. “Eu corro há 15 anos. Hoje é o meu trabalho, vendo e mexo nos automodelos e participo de todas as competições que posso. Estou completamente envolvido com o ramo, é a forma de divulgar a minha mercadoria”, disse o dono da Hobby 21, loja que vende carrinhos voltados para a competição. “É mais difícil que correr com carro real”, acrescenta.

Um dos seus clientes é o advogado Luciano Serra, de 45 anos. "É um momento de relaxar, de esquecer as agitações do trabalho e botar o carro pra correr", conta.

Campeão estadual é daqui

Renato Tano tem 15 automodelos e é o melhor do Rio. Ele faz os treinos em São Gonçalo Alexandre Vieira / Agência O Dia

O niteroiense Renato Tano conheceu os 'carrinhos' no Japão, há cinco anos, e desde então não parou mais. E manda bem no esporte: é o atual campeão estadual da principal categoria da disputa, a Pro 12 Race. Esse ano não participou de algumas etapas do estadual e nem do brasileiro devido a compromissos de trabalho. Mas já promete que em 2015 não terá pra ninguém.

“Já estou me preparando para isso. Não é uma brincadeira como muita gente pensa, é algo mais sério. Tem um preparo, a mecânica do carro é igual ao carro em tamanho real. Temos que fazer manutenção, alinhamento e até troca de óleo”, explica.

Ele tem 15 carrinhos e, além do On road, se aventura nas modalidades Off Road (rally) e Drift (manobras). Tano pratica na casa de Riomey Miranda, que fez uma pista em São Gonçalo. O espaço é mesmo como uma cidade real, com placas, ruas asfaltadas e até uma imitação de posto de gasolina.

“Eu cheguei a pilotar carros reais no Japão. Aí, hoje eu compenso a vontade em uma escala dez vezes menor”, diz Riomey.


Últimas de _legado_Niterói