Por bianca.lobianco
Martinho da Vila fala sobre a África na mesa do dia 23%2C às 19hDivulgação

Niterói - A partir de terça-feira, o Instituto de Arte e Comunicação Social (IACS) da UFF vai abrir as portas para a segunda edição do Interfaces, um evento que terá 11 dias de rodas culturais que tratarão de temas variados, sugeridos pelos próprios alunos dos sete cursos do campus. Ano passado, o evento recebeu mais de 3 mil pessoas. Entre as 51 atividades, as mais disputadas serão as palestras do cineasta Nelson Pereira dos Santos e dos cantores Martinho da Vila, Moska e Nei Lopes.

Nelson Pereira dos Santos estará presente na exibição de seu filme Rio Zona Norte, terça-feira, às 18h. Moska irá participar de uma mesa em homenagem ao filósofo e ex-professor da UFF Carlos Ulpiano. Ele vai cantar e falar sobre suas composições. A apresentação será quinta-feira, às 20h.Dia 23, às 19h, acontece a mesa que discutirá a proximidade das culturas brasileira e africana. Nela, três africanos de São Tomé e Príncipe dividirão a cena com Martinho da Vila. O cantor está animado. “O Brasil tem muita ligação com a África: a língua, a música, a culinária e todas as artes de maneira geral”, diz.

Martinho não dá certeza que vai cantar. “Tenho muitas histórias para contar, vou falar do nascimento do samba e pode até acontecer uma canja”, contou, enaltecendo sua proximidade com Niterói. “Araribóia é quase meu xará, Martim Afonso”, brinca citando o nome do fundador da cidade. 

Dia 24, às 19h30, é a vez de Nei Lopes falar sobre seu trabalho e passar seus conhecimentos aos participantes. As apresentações acontecem na sala interArtes. A programação completa está no site www.interfaces.uff.br.

Você pode gostar