Por marina.rocha

Niterói - Todos a postos para desfilar hoje com a Banda do Ingá, o maior bloco de Niterói. Baterias da Viradouro e da Cubango, DJ's Washington e Rômulo e Grupo Revelação vão animar o bloco, que há 45 anos arrasta foliões papagoiabas pelas ruas da cidade. A concentração começa às 10h, na Rua Pereira Nunes, e às 12h em ponto o trio elétrico sai para ganhar a Orla. Mais de 60 mil pessoas são esperadas para o evento, que só deve terminar lá pelas 17h, no fim da Praia de Icaraí.

Os foliões estão ansiosos para o desfile da Banda do IngáFábio Gonçalves

Frequentadores de carteirinha já garantiram o abadá durante a última semana. Quem doava 1 kg de feijão e 1 kg de arroz ganhava uma blusa. Os mantimentos arrecadados na troca dos abadás - 14 mil sacos de arroz e 14 mil de feijão - serão distribuídos para oito instituições sociais de Niterói e São Gonçalo.

A gerente de academia Adélia Moreira, de 47 anos, e a amiga Ana Cláudia Grafanassi, 46, foram pegar as camisas para toda a turma. “É sempre muito divertido, o ponto alto do Carnaval da cidade. E o melhor é a participação das escolas de samba”, comentou Adélia.

O bloco nasceu de um papo de mesa em uma padaria do Ingá. De início reuniu algumas famílias do próprio bairro, mas logo depois foi ganhando público e ficando maior. “A Banda hoje representa a abertura do Carnaval da cidade. Um exemplo de folia onde tem a integração entre pessoas de todos os tipos. Niterói precisa disso”, disse um dos fundadores do evento, Luiz Carlos Gallo.

Rosana guarda as camisas do bloco há 31 anosFábio Gonçalves

A filha dele, Luma Gallo, 24, não perde uma edição. “A Banda é a cara do Carnaval de Niterói. Arrasta multidão e ao mesmo tempo tem um clima bem família. Mostra que o povo daqui sabe fazer um Carnaval bem animado”, opinou.

A estudante Joyce Soares, 16, confirma a boa fama da Banda. “É o único bloco de Niterói que eu vou. Os outros dias curto no Rio”, falou.

Outra ansiosa era a astróloga Rosana Fernandes. Ela tem 52 anos, dos quais 31 participou da Banda. E detalhe: tem todas as camisas guardadas até hoje. “O bloco é bom demais. Já fui em cima do carro de som e carreguei bandeira. Até banquei a ‘flanelinha’. (risos) A gente reencontra amigos e curte muito”, relatou.

Atenção para as mudanças no trânsito

Para organizar o desfile, a prefeitura fez algumas mudanças no trânsito. Está proibido estacionar na Rua Nilo Peçanha, no trecho entre a Av. Eng. Martins Romeo e a R. Pres. Pedreira até às 15h de hoje. O tráfego será interditado na Av. Eng. Martins Romeo, trecho compreendido entre as ruas Dr. Pereira Nunes e Dr. Paulo Alves, até às 14h, e na orla do Ingá até a Praia de Icaraí, das 13h às 15h.

Durante a passagem da banda, os veículos que trafegam serão desviados para as ruas Fagundes Varela e Mariz e Barros. Além disso, serão implantadas as faixas reversíveis na Av. Roberto Silveira das 13:30h ao término do evento. De acordo com a Secretaria de Ordem Pública, 25 guardas estarão no local.

Você pode gostar