Por marina.rocha
Fernanda Fuscaldo indica%3A Você tem que levar somente o que for usar Estefan Radovicz / Agência O Dia

Niterói - Vai viajar no Carnaval e não quer levar a mala cheia, mas não sabe como fazer isso? A consultora de imagem e estilo Fernanda Fuscaldo te ajuda. Se vai subir a serra ou ir à praia, cair na folia ou aproveitar o feriadão para descansar ela tem dicas de vários ‘looks’. Fernanda garante que, com dois sapatos e nove peças de roupas, fora as íntimas e biquíni — se for para o litoral — dá para passar uma semana fora de casa no maior estilo. E abusar dos acessórios como pulseira, colar e lenços é a dica que ela dá.

“Não podemos ter medo de ousar. Temos que usar cores. Moramos num país tropical e isso favorece a moda. Precisamos sair do preto e branco. Existem outras cores neutras que podemos misturar a várias outras”, explica ela.

O primeiro passo para uma mala enxuta é escolher a peça de baixo. Ela depende do lugar para onde se vai. A partir dessa única peça, Fernanda monta três ou mais ‘looks’. Um short estampado, por exemplo, pode ser usado com camisa num dos tons da estampa ou até de cor diferente para realçar a produção, e ele ainda combina com blusa de renda.

“Não tem problema misturar texturas”, avisa. Esse ‘look’ pode ser usado com rasteirinha ou plataforma. Por ser despojado, é mais adequado no litoral. É indicado para um almoço, jantar e até para pular nos blocos. “Há sandálias de plástico que servem tanto para a praia quanto para depois dela. Isso já diminui um calçado na mala”, indica.

O short pode ser substituído por uma calça legging para quem vai subir a serra, onde o clima é mais ameno, fugindo do baticum. “É uma peça confortável e não muito quente para a região”, lembra.
Durante o dia, a calça pode ser usada com blusa de manga curta ou sem manga, se não estiver muito frio. À noite, quando a temperatura cai, para um jantar, um cardigã ou um poncho, peças não muito quentes, podem ser jogadas por cima da camisa, já que nessa época do ano não faz tanto frio. Um lenço também ajuda a aquecer, e uma sapatilha completa o estilo.

Uma boa dica é abusar dos acessórios como pulseira%2C colar e lençosEstefan Radovicz / Agência O Dia

Fernanda monta as produções a partir de uma palheta de cores, que indica a combinação perfeita entre as peças. Mas se você não tem uma, calma! Isso não quer dizer que não conseguirá montar a sua mala. “Azul marinho e vinho são cores neutras e combinam com várias outras”, ressalta e avisa. “Desfazer a mala é colocar tudo para lavar porque tudo foi usado”, finaliza a consultora.

Acredite, vai sobrar espaço

Montados os looks é a vez de colocá-los na mala. A melhor opção é levar roupas de tecidos que não amarrotem. Outra dica é dobra-las onde já existam dobras para evitar amarrotá-las. As peças com tecidos mais pesados, como jeans, devem ser colocadas primeiro na mala. Nos cantos dela vão os lenços, bijuterias, cangas. Os biquínis devem ser colocados dentro do chapéu, dessa forma não ocupam espaço e ainda evita que ele amasse. “Desse jeito haverá espaço de sobra para os calçados e a nécessaire”, diz Fernanda Fuscaldo.

Você pode gostar