Por marina.rocha

Niterói - Na semana passada falei sobre a relação dos pets com as grávidas. Tudo é um pouco mais fácil quando o bebê ainda está na barriga, não é? Mas quando ele nasce... A rotina da casa e da família muda por completo. E os animais de estimação, claro, não ficam fora dessa.

Não deixar de dar atencão a eles quando a crianca chega em casa é uma das recomendações do veterinário e professor adjunto da UFF Flavio Fernando Batista Moutinho. É que o animal, na maioria dos casos, sente ciúmes.

Uma dica para amenizar o ciúme do pet é deixar que ele sinta o cheiro da criançaReprodução

Mãe de Sofia dos Santos Souza, de 7 anos, Marluce Melo dos Santos, sabe muito bem o que é isso. Ela descobriu a gravidez poucos meses depois da chegada de Violeta, de 8 anos, sua Lhasa Apso. Como cuidar de cachorro e de um bebê ao mesmo tempo? A primeira coisa que ela me disse foi que nunca pensou em dar Violeta ou devolvê-la. Daria seu jeito de criar as duas. Mas, como mãe de primeira viagem, nos dois casos, ela não tinha ideia de como junta-las num mesmo ambiente, já que moravam em apartamento. Então começou aos poucos. Primeiro, instalou um portão daqueles removíveis entre a sala e a área de serviço onde Violeta ficava. Isso foi feito três meses antes do nascimento da pequena para que a cachorra não associasse a restrição de espaço com a chegada do bebê.

Após o nascimento de Sofia, antes de ir para a casa com o neném, Marluce mandou as roupas que ela usou na maternidade para casa para que a cachorra já fosse se acostumando com o cheiro da ‘irmã’. E no dia que chegou em casa com a filha no colo sentou perto de Violeta e deixou-a cheirar a criança pelo tempo que teve vontade. Com o passar do tempo, vendo que elas foram se acostumando uma com a outra, o portão que ficava fechado já podia ficar aberto.

Mas o cuidado com a higiene passou a ser redobrado, claro. Essa é outra recomendação de Flavio. Ele destaca o acompanhamento veterinário, vacinação e o controle de vermes periódico. Além disso, deve evitar o contato da criança com os dejetos e com a saliva dos animais, evitando que a criança beije o peludo.

Outro cuidado muito importante é com a segurança tanto da criança quanto com a dos pets. Evitar que as crianças façam movimentos bruscos como puxar o rabo e puxar a orelha dos animais vai evitar que o animal haja por instinto de defesa e machuque a criança.

TIRE SUA DÚVIDA

Carina Bastos, Nova Talita: Por que depois que foi castrado o meu gato continua fazendo xixi pela casa toda?

Flávia C. R. do Nascimento, veterinária: A castração não é indicada para não urinar pela casa e nada tem a ver com essa questão. Se ele faz isso, é por problema comportamental. Gato é territorialista e sistemático, toda vez que ele se sente ameaçado ou irritado fará isso.

Flavinho já está vacinadoDivulgação

ME LEVA?!

Oi! Sou o Flavinho, estou com 3 anos, já estou castrado e vacinado. Só me falta um lar. Pergunte sobre mim no paraisodosfocinhos.com.br.

FEIRA DE ADOÇÃO

Os Animais não são brinquedos, por isso não compre, adote. É esse o lema da feira de adoção que acontece neste domingo, das 10h às 14h, no Campo de São Bento, em Icaraí. Lá, você vai encontrar o seu filho peludo que pode ser um cão ou um gato. Mas para levar o animal para casa, se for aprovado pelos protetores, é preciso levar documentos como CPF, RG e comprovante de residência para fazer o cadastro. A campanha é da prefeitura de Niterói e aceita também doações de ração, jornais, areias sanitárias, cobertores e remédios. Saiba mais em adotareobicho.com.br

VALOR VETERINÁRIO

O CRMV-RJ e o Sebrae se uniram e criaram o programa Valor Veterinário Gestão, que vai apoiar os profissionais da área na administração de seus negócios. Faça uma avaliação empresarial e ganhe 30% de desconto nas capacitações Na Medida ou Sebrae Mais. O programa já começou, mas vai até dezembro. Para participar é preciso se inscrever. Mais informações em crmvrj.org.br/

Criação da Flor de PrataDivulgação

NA MODA COM OS PETS 

Fernanda Bel, da Flor de Prata, criou uma linda pulseira estilo Pandora com motivos pet, que você mesma monta. É só ir colocando quantos charms (pingentes) você quiser. Tem cada um mais fofo que o outro. E parte das vendas ajuda a ONG Associação Quatro Patinhas. O fio custa R$ 30 e cada charm também. Peça pelo [email protected]

Você pode gostar