Qual é a punição justa para alguém que maltrata os animais?

Ainda há muita impunidade quando se trata do assunto

Por O Dia

Niterói - Quem não se lembra das imagens chocantes do empresário Rafael Hermida agredindo duas buldogues da sua ex-noiva? O caso do Rio ganhou o país pelas redes sociais após a dona dos pets postar o flagrante na internet. Desconfiada do comportamento das ‘filhas’, ela instalou no apartamento uma câmera que filmou as agressões. O namoro acabou na hora.

Rafael foi flagrado agredindo o buldogue por uma câmera escondidaReprodução Internet

Não vi as imagens porque não tenho estrutura emocional para tamanha crueldade. Confesso. Mas a minha indignação com o fato não foi menor por isso. Também não comemorei menos que todos que amam os animais, ou pelo menos os respeitam, a condenação de Rafael. A Justiça determinou que ele trabalhe no canil e em outras dependências da Coordenadoria de Recursos Especiais, a elite da Polícia Civil. O empresário foi multado em R$ 5 mil, que serão usados na compra de rações e de outros suprimentos. 

Mas quando lembro que as condenações em casos como esse têm sido tão menores que as agressões e abandonos que vemos por aí me desanimo um pouco. Pronto falei. E a maioria fica impune não por falta de denúncias. Pelo contrário. As redes sociais estão cheias desses casos flagrados por celulares. Mas, infelizmente, a maioria não chega aos tribunais.

Para o presidente da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OBA-RJ, Reynaldo Velloso, há ainda muita negligência por parte do poder público. Outra causa para a impunidade apontada por ele é a lei que trata dos maus tratos classificada por Velloso de esdrúxula porque prevê prisão de só três meses a uma ano e multa para o agressor. Velloso se refere ao artigo 32 da Lei 9.605/98, de Crimes Ambientais.

Mas lei é lei. E, enquanto ela não é mudada, temos que encontrar alternativas, que não seja, claro, fazer justiça com as próprias mãos, para amenizar o sofrimento dos nossos animais. E isso não é só para os pets que vivem dentro de casa, ok? A lei é para todos no mundo animal também.

A comissão liderada por Velloso se reuniu com o Ministério Público dando sugestões para complementar essa pena. A ideia é que o acusado, antes da transação penal, seja obrigado a pagar os custos pelos danos que causou ao animal, como comprar remédios e pagar consultas; que seja obrigado a fazer um curso que a OAB está criando para agressores, que prevê visitas a abrigos e hospitais veterinários; e que o MP sugira uma ação cível por dano moral coletivo porque a comissão entende que a sociedade também é agredida.

Para Velloso, essa é uma maneira de educar e despertar nessas pessoas o amor pelos animais, o que para ele é fundamental. Denúncias para a comissão pelo cpda.oab@gmail.com.

O gatinho Joshua tem sete mesesDivulgação

TIRE SUA DÚVIDA

Gabriela Souza, São Gonçalo: Não quero que minha cadela tenha cria. Com que idade posso dar anticoncepcional para ela?

Flávia C. R. do Nascimento, veterinária: O anticoncepcional não é mais aconselhável. Ele gera problemas uterinos, altera células da medula óssea, aumenta a probabilidade de tumores de mama e causa muito mal estar ao animal. Hoje em dia o mais indicado é mesmo a castração.

ME LEVA?!

Sou Joshua, 7 meses. Procuro um lar seguro e com amor porque quase caí da janela do apartamento em Vila Isabel: contato@quatropatinhas.com.br.

BÊNÇÃO ANIMAL

Hoje é Dia de São Francisco de Assis, protetor dos animais. Para comemorar a data haverá bênçãos em vários locais de Niterói e no Rio. Um deles é o Campo de São Bento. Todos os pets que estiverem lá receberão bênçãos de um frei, até os da feira de adoção Adote Seu Melhor Amigo. Na Paróquia de São Judas Tadeu, Icaraí, também haverá a celebração, às 11h. O evento é da Pet Home. Quem puder, leve uma lata de leite que será doada a instituições para crianças. A igreja fica na Av. Almte. Ary Parreiras s/n. E no Rio, as bênçãos acontecem das 11h às 15h na paróquia São José, na Lagoa.

NOVO ABRIGO

A ONG Paraíso os Focinhos vai ter que mudar de local. Agora, os voluntários do projeto precisam de outro espaço para abrigar os peludos doentes e abandonados. Para isso, precisam de ajuda, já que contam apenas com doações. Além dos abrigos, o ambiente precisa de enfermaria. Quer colaborar? Então vá em paraisodosfocinhos.com.br e saiba como. Os peludos agradecem!

Artistas estão vendendo camisas para ajudar ONGsDivulgação

ARTISTAS UNIDOS

O Brasil tem cerca de 30 milhões de cães e gatos abandonados. Para ajudar a mudar essa triste realidade vários artistas, literalmente, vestiram a camisa da campanha criada pelo projeto Vira-latas. Participam Caco Ciocler, Juliana Didone, Babi Xavier, entre outros. Um terço da venda de cada blusa será revertido a ONGs. Mais em lojaanimi.com.

Últimas de _legado_Niterói