Por paola.lucas

Niterói - Com base no conceito de cidades criativas, onde os espaços públicos se tornam palcos, tendas e galerias, Niterói abre o seu quintal aos artistas. É que está aberto mais um edital do Arte na Rua, um projeto que transforma áreas urbanas em uma espécie de ‘ateliê’ para a arte em geral.

Todos os projetos acontecem ao ar livre. Tem música%2C teatro%2C dança e muito mais... tudo de graçaDivulgação

A proposta é movimentar a vida cultura na nossa terrinha além da criação de um banco de dados de artistas locais. Em três anos de existência, o projeto já contabilizou mais de 500 apresentações. Facção Caipira, Amanda Chaves (da banda Devir), Júlia Vargas e Chico Chico são alguns dos nomes que já passaram pelas nossa ruas.

E não é só música, mas dança, teatro, artes plásticas, moda, artesanato, audiovisual, arte digital, popular e urbana são alguns dos inúmeros segmentos artísticos que o projeto abraça.

Secretário de cultura da cidade, Arthur Maia diz que são cerca de 130 propostas recebidas por mês. “O Arte na Rua é uma iniciativa de sucesso. Desde o início foi recebido de forma carinhosa pelos niteroienses e a classe artística participa ativamente”, conta.

As inscrições acontecem a cada mês e seguem até o dia 23 de setembro. Todo o material recebido é avaliado e convocado conforme a demanda cultural da cidade, ou seja, se o seu projeto não entrou no mês que se inscreveu, aguarde. Ele terá até o final do ano para ser convocado.

O limite mensal de chamadas é de 10 projetos. Para participar, basta preencher o formulário de cadastro disponível no site www.culturaniteroi.com.br e anexar a documentação necessária, também listada na página. Feito isso, é só mandar tudo para a sede da Fan e cruzar os dedos. Os resultados saem a cada final de mês e para cada apresentação são disponibilizados R$ 750.

Vale lembrar que as apresentações periódicas do Circuito de Exibição Cinematográfica, programado pela Niterói Filmes, não faz parte do cadastro. O mesmo acontece com a Seresta Chão de Estrelas, o Projeto Grama e o Arte na Calçada. Nestes casos, a seleção é feita diretamente pela Fundação de Arte de Niterói (Fan) e basta o interessado apresentar a intenção em qualquer tempo.

Reportagem de Paola Lucas

Você pode gostar