Super cães: eles viveram para 'contar' história

Maré Zero e Francisco passam bem após levarem tiros

Por O Dia

Niterói - Lembram do Maré Zero, aquele cãozinho SRD que levou um tiro de bala perdida durante uma operação dos PMs da Unidade de Polícia Pacificadora da Cidade de Deus? Vai muito bem, obrigada. Há uma semana ele teve alta e foi direto para a casa dos ‘pais’ Melissa Munhoz e Marcos Lopes, e ganhou até um irmão: Benny, um Shih Tzu de 3 anos.

Melissa (Centro) no dia em que foi visitar Maré Zéro ainda internado na Clínica Veterinária BandeirantesDivulgação

Maré Zero (código usado pelos PMs para entrar em contato por rádio com o QG da corporação) vivia na UPP, era cuidado pelos PMs e costumava acompanhá-los nas operações. E foi numa dessas ações que um tiro de bala calibre 40 entrou pelo seu peito e saiu perto de uma das patas.

A jornalista conta que, assim que o viu nas redes logo se apresentou como adotante. Para conhecê-lo, foi visitá-lo ainda internado e revela que foi amor à primeira vista e que, desde então, a casa é só alegria.

Maré Zero ganhou cama nova, mas Melissa conta que o que ele gosta mesmo é de brincar e comer frango. E ela revela uma curiosidade fofa: ele não pode ver um PM fardado e uma viatura com giroscópio ligado que quer chegar perto e até chora.

Segundo Melissa, o cão foi atingido quando entrou na frente de um dos policiais durante a operação e, assim, impediu que o PM fosse baleado. Merece ou não uma condecoração? Alô, Polícia Militar!

Quem também merece uma medalha por sua luta pela vida é o SRD Francisco, de 12 anos. Baleado nas duas patas e abandonado ferido à própria sorte em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, ele sobreviveu à crueldade humana e hoje vive com a secretária Simone Gomes Teixeira, e a ‘irmã’ Princesa, de 3 anos, outra SRD.

Simone conheceu Francisco há dois anos no Paraíso dos Focinhos, ONG que resgata animais em situação de risco, e que cuidou do peludo e de Princesa, resgatada por ela. A secretária revela que levou um mês para conhecer Francisco porque ele estava muito debilitado, o que a deixaria muito abalada. Mas, desde que superou a dificuldade, nunca mais o deixou e tornou-se voluntária da ONG.

Francisco teve uma das patas amputadas devido aos tirosDivulgação

Apesar dos esforços de Simone, da madrinha de Francisco, Patrícia Quirino, e do Paraíso, uma das patas do peludo teve que ser amputada. Mas, ela conta que ele se recuperou, é um cão feliz, porém tem certas limitações, o que torna os cuidados com Franscisco trabalhosos. No entanto, Simone não reclama, pelo contrário. Diz que vai cuidar dele enquanto puder porque quer dar amor a ele que já sofreu tanto. Ela me contou isso aos prantos. Simone não viu porque conversamos por telefone, mas também chorei do outro lado da linha. De felicidade!

Duke precisa de um novo larReprodução

ME LEVA?!

Oi! Eu sou o Duke e tenho 1 ano e 8 meses. Meus donos estão de mudança...se quiser ficar comigo é só falar com: contato@quatropatinhas.com.br

BLOCO DO DESCONTO

A Golden Pet, em Piratininga, está com descontos progressivos de até 20%. E tem vários looks caninos e felinos de Carnaval à venda.Fica na Estrada Francisco da Cruz Nunes 5428, lojas 101 e 102. Vale conferir!

FORA PRECONCEITO

Está na web o Movimento “Permita-se, conviva!" lançado pela Whiskas, marca da empresa americana Mars, para combater mitos ligados aos bichanos. O objetivo é alertar as pessoas o quanto gatos são vinculados a coisas negativas, como azar, doenças, não se apegar aos donos, entre outros, chamando-as a se desprender desses preconceitos e conviver com gatos. A campanha tem apoio de blogueiros como Julia Petit e de blogs como Cansei de Ser Gato. Apóie a causa você também clicando emconvivacomgatos.com.br. Os gatos agradecem!

ADOTAR É O BICHO

A campanha Animais não são brinquedos, não compre, adote está hoje, das 9h às 14h, no Campo de São Bento. Dezenas de peludos estão lá em busca de uma família para amarem e ser amados. Além de levar um ‘filho’ para casa, você pode ajudar doando ração, remédios, camas, mantas, jornais e areias sanitárias, entre outros. Mas, para adotar um cão ou gato, é necessário Levar documentos e comprovante de residência. Vai lá!

O livro custa R%24 9Divulgação

MUNDO ANIMAL

Uma floresta inteira encravada numa grande cidade. É sonho? Não, é a verdade da Floresta da Tijuca, no Rio. E foi bem no limite entre a cidade e a floresta que a escritora Paula Sandroni viveu na casa dos bichos: dos gatos e tartarugas que são próximos da gente; daqueles que metem medo como cobras, morcegos e aranhas; ou ainda dos que incomodam, como os pernilongos, e ainda dos lagartos que fogem. A Casa dos Bichos é uma divertida aula de valorização da natureza e amor aos animais. Na estantevirtual.com.br a partir de R$ 9.

Últimas de _legado_Niterói