Por bferreira

Rio - O Renault Captur está muito próximo de desembarcar no Brasil. O crossover francês chegará ao mercado brasileiro ainda em 2013 — o lançamento acontecerá no segundo semestre. Por enquanto, ele virá importado, mas entrará na linha de produção da fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, a partir de 2014.

Dono de linhas angulosas%2C o Captur tem dimensões próximas às do hatch SanderoDivulgação

Apresentado ainda como um conceito durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro passado, o Captur tem dimensões próximas as do Sandero. Aliás, o crossover vai utilizar a mesma plataforma que será colocada na nova geração do hatch, que terá lançamento ainda neste segundo semestre — na Europa, no entanto, o Captur divide a base com o novo Clio.

Com design de linhas angulosas, o Captur é oferecido no mercado europeu com três motorizações diferentes. Há um três cilindros 0.9 litro turbo com 90 cv de potência máxima e um turbinado 1.2 l com 120 cv — ambos são movidos a gasolina. Também existe por lá uma versão diesel 1.5 l com 90 cv.

No Brasil, contudo, o Captur deverá chegar com outra motorização. Aqui, o crossover poderá ser equipado com propulsores 1.6 16V e 2.0 16V, ambos flex, que também estão presentes no ‘irmão’ Duster. Mas quando for produzido no Paraná, especula-se, o Captur poderá contar também com uma unidade de três cilindros turbo.

Posicionado para ficar um patamar acima do Duster no mercado brasileiro, o Captur trará algumas novidades na linha de modelos da Renault no Brasil. Uma delas é contar com alguns itens de conforto inéditos. É o caso do amplo porta-luvas, que é climatizado e tem capacidade máxima de 11 litros. Também deve-se destacar os revestimentos dos bancos, que têm zíper e podem ser removidos e lavados. A Captur deverá chegar apenas com tração é integral.

Você pode gostar