Karmann-Ghia pode voltar a ser produzido

Concurso de design promove como seria uma versão atual do clássico cupê

Por O Dia

Rio - Saudosistas do Karmann-Ghia podem viver dias de alegria em um futuro breve. A fabricante que produziu no Brasil o cupê de mesmo nome - conhecido nas décadas de 1960 e 1970 - tem planos de retornar ao mercado de automóveis.

Estudantes criaram nova versão para o Karmann-Ghia cupêDivulgação


Adquirida recentemente pelo grupo ILP industrial, a marca realizou um concurso universitário de design onde os estudantes paranaenses Felipe Mazzeo e Rodrigo Scarpetta venceram com o projeto mais apropriado do que seria a versão contemporânea do cupê. Segundo a comissão julgadora, a dupla juntou o clássico, visto nos detalhes em madeira, com o moderno, presente nos faróis de LED, instrumentos esportivos e na tela de LCD. Eles receberam da empresa o prêmio de R$ 100 mil.

Segundo o presidente da ILP, Jonas Hipólito de Assis, 50 anos, a competição foi o primeiro passo no processo de retorno da Karmann-Ghia. A empresa está investindo cerca de 30 milhões de dólares (aproximadamente R$ 67 milhões) para atualização na infraestrutura da fábrica, localizada em São Bernardo do Campo (SP), assim como a aquisição de novos equipamentos.

Trazer de volta o Karmann-Ghia cupê é um sonho do executivo. Assis busca uma parceria com uma montadora para tornar a produzir o modelo, após se certificar que o projeto seja de fato viável.

Para facilitar a adoção de um parceiro, uma das regras do concurso era de criar o novo Karmann-Ghia com entre-eixos similar ao de vários carros de médio porte produzidos pelas montadoras locais.

Clássico foi fabricado entre 1961 e 1974Reprodução Internet


Treze anos de vida

O Karmann-Ghia foi um veículo produzido entre 1961 e 1974. O clássico modelo teve 60.120 unidades fabricadas divididas entre três versões — cupê, conversível e TC.

No tempo de sua produção, a Volkswagen fornecia o chassi e a mecânica, e a Karmann produzia a carroceria e o acabamento.

Últimas de _legado_Automania