Brasileiros compraram 450 mil carros que oferecem risco de morte

Dados de 2012 são do Latin NCAP, órgão responsável por avaliar a segurança dos modelos vendidos na América Latina

Por O Dia

Rio - Boa parte das famílias brasileiras correm perigo a bordo de seus veículos. Segundo o Latin NCAP, instituição que avalia a segurança dos automóveis fabricados na América Latina, pelo menos 450 mil carros vendidos em 2012 na região oferecem risco de morte em caso de acidentes.

Crash Test com o Fiat UnoDivulgação


"Esses modelos conquistaram nenhuma ou uma estrela nos crash-tests. Eles são, na maioria, o primeiro veículo de muitas famílias", afirmou Alejandro Furas, diretor técnico do Global NCAP, no comunicado divulgado pela instituição. O número máximo de estrelas é cinco.

Os veículos que oferecem risco de acordo com a classificação do Latin NCAP são (em ordem alfabética): Chevrolet Celta, Chevrolet Classic, Fiat Palio, Fiat Uno, Ford Ka, JAC J3, Peugeot 207, Renault Sandero e Volkswagen Gol Trend. Esses automóveis, com exceção do JAC J3, não contavam com o airbag duplo antes das linhas 2014, ano em que o acessório passa a ser obrigatório no Brasil. O compacto chinês também é o único veículo que não é produzido no País.

O Latin NCAP divulgou nesta segunda-feira novas regras para seus testes de colisão, que estará vigente a partir de 2014 e apresentam como novidade a inclusão de avaliação de colisão lateral. Porém, no dia 24 de julho a entidade divulgará novos testes já de acordo com o novo regulamento. O órgão afirmou que o objetivo das avaliações é aumentar o nível de segurança para a classificação das estrelas, assim como melhorar a informação passada aos consumidores.

Crash Test com o JAC J3%3A Nem o airbag duplo ajudouDivulgação


Últimas de _legado_Automania