Por leandro.eiro

Rio - O espírito aventureiro 'baixou' no Toyotinha que busca briga com o CrossFox e Palio Adventure. Mas essa briga de discursos off-road de asfalto tem público certo entre as mulheres, que elegem os modelos com adereços fora-de-estrada os seus favoritos.

Detalhes na frente e laterais destacam o CrossDivulgação


Se considerarmos a excelência do trem de força, o Etios é um concorrente forte, que tem preços a partir de R$ 45,7 mil e vem com a nova frente, com apêndices nas portas, barra no teto, para choque de impulsão em plástico e até um prolongamento nos faróis. As setas migraram para os para choques e tem repetidores nos retrovisores.

A plástica ficou diferente e fez mais comercial o design sem sal do modelo base. No interior batizado de 'total black' menos desequilíbrio, exceto pelo estranho velocímetro central e as indicações em letras pequenas em display de cristal líquido muito escondido.Assim, não há lição de ergonomia que sobreviva.

Interior conta com acabamento em 'black piano'Divulgação


Melhoraram os difusores de ar condicionado, com molduras prateadas, os comandos elétricos dos vidros das quatro portas, até então inexistentes nas portas traseiras e principalmente os motores nos retrovisores, uma velha queixa contra o modelo, que tinha ajustes digitais, isto é, feitos com o dedão mesmo.

Sob o capô, só elogios. O motor 1.5 16V de 96,5 cv é elástico e troca eficiência com o câmbio manual de cinco marchas. Na suspensão, nada mudou, apesar do discurso visual e o acerto macio do modelo XLS, que deu origem ao Cross, continua. Idem para os pneus, que mantém medidas, sobre rodas exclusivas. No habitáculo, ótimo aproveitamento de espaço, com folga para os joelhos de quem vai atrás.

Etios se destaca pelo bom motorDivulgação


Você pode gostar