Por leandro.eiro

Rio - Sucesso entre os anos de 1996 e 2003, nos Estados Unidos, a Valkyrie acaba de ser ressuscitada pela Honda — por lá, o modelo tornou-se um ícone. E para não fazer feio no mercado norte-americano, a motocicleta chegará tendo como única e exclusiva fonte de inspiração a parrudíssima Gold Wing — a estreia ocorrerá apenas em abril de 2014.

Porte imponente em 340 quilos%2C carregados por um motor boxer V6 de 1.832 cm³%2C de 118 cvDivulgação


Não à toa, a Valkyrie herda da ‘irmã’ o design, mas sem carenagem e com um desenho ainda futurista e bem instigante. Com tal característica, pesa 60 kg a menos — tem 340 kg, enquanto que a Gold Wing ostenta 410 kg. O DNA da estradeira da Honda também se faz presente na motorização da Valkyrie.

Assim, o modelo é equipado com o mesmo rotundo propulsor boxer V6 de 1.832 cm³. Esta unidade de força presente na motocicleta, em parceria com a transmissão de cinco marchas, é capaz de entregar nada menos do que 118 cv de potência máxima.

Para facilitar a ciclística, a Valkyrie tem assento que fica a apenas 73 cm do solo. Já o quadro é em alumínio e os freios a disco dianteiros são duplos, de 310 mm, enquanto que os traseiros têm 316 mm — a suspensão traseira segue o conceito monobraço.

Ainda sem preço definido — especula-se que deverá ficar na casa dos US$ 17 mil ou cerca de R$ 40 mil —, a Valkyrie chegará ao mercado dos Estados Unidos em abril e estará disponível nas cores preta, azul e vermelha metálicas. Entre as concorrentes, a motocicleta irá enfrentar as rivais a Triumph Rocket III, a Harley-Davidson V-Rod, Yamaha V-Max e Ducati Diavel.

Modelo foi inspirado na Gold WingDivulgação


Você pode gostar