Por leandro.eiro

Rio - Na busca pela salvação do planeta, as alternativas ao petróleo vão surgindo nos veículos. Híbridos, elétricos, hidrogênio, ar comprimido, entre outros. Agora, sob a forma de um conceito da Ford, o sol é a mais nova fonte propulsora de um automóvel.

Ford C-Max Energi Solar conta com célular que captam energia do solDivulgação


Nesta semana a marca do oval azul apresenta no Consumer Electronics Show (CES), feira internacional de tecnologia que acontece em Las Vegas, nos EUA, o C-Max Energi Solar. Assim como visto em algumas residências, o teto da minivan recebeu painéis para armazenar a energia gerada pelo sol. Tal carga é enviada para a bateria do elétrico. Já imaginando o questionamento, para os dias nublados e chuvosos o carro pode ser carregado por uma tomada.

A tecnologia de captação da energia solar envolve o uso de uma lente chamada Fresnel, que aumenta em até oito vezes a carga absorvida, análoga a uma lupa. O sistema ainda acompanha o movimento diário do sol, para melhorar a eficiência. O armazenamento é feito em um concentrador, que por sua vez alimenta a bateria do C-Max. A minivan, quando completamente carregada, poderá entregar uma autonomia de até 1000 quilômetros.

A amplificação foi necessária, pois a captação de energia solar só com a capacidade dos painéis demandaria longo período de tempo para carregar totalmente o veículo. O objetivo da Ford é viabilizar o uso diário do seu conceito.

Com a propulsão pela energia renovável, a Ford estima que sua minivan poderá reduzir a emissão de gases do efeito estufa em até quatro toneladas anuais, quando comparado a um veículo típico. Iniciativa em favor do planeta.

Em dias em que não há a incidência de raios solares%2C o C-Max Energi Solar pode ter o motor elétrico recarregado diretamente em tomadas convencionaisDivulgação


Você pode gostar