Por tamyres.matos
São Paulo - Silas Malafaia, pastor e presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, mais uma vez confirmou sua reprovação diante da decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que obriga todos os cartórios a celebrar casamento entre pessoas do mesmo sexo.
"Não é competência do CNJ decidir sobre isso. O casamento de homossexuais é uma mudança de paradigma. A sociedade tem que decidir isso por meio de um plebiscito ou então por meio do Congresso Nacional. Não é uma canetada do CNJ que vai resolver a questão", criticou.
Publicidade
Para Malafaia, o casamento homossexual vai contra seus princípios, pois, na sua opinião, o matrimônio tem a ver com religião e procriação e deve ser realizado entre um homem e uma mulher. Ele afirma que se a decisão dependesse da população o casamento gay não seria aprovado.
"Põe o plebiscito na rua para ver o que a sociedade quer. Os movimentos gays iriam perder com certeza", finaliza o pastor.