Virada Cultural em São Paulo tem dois mortos e seis feridos

Foram 941 abordagens, cinco roubos, um furto, 12 tumultos, um menor apreendido, dois arrastões e cerca de 20 detenções

Por O Dia

São Paulo - Um homem baleado na cabeça morreu na manhã deste domingo no centro de São Paulo durante a Virada Cultural, informou a Polícia Militar. Elias Martins Moraes Neto, 19 anos, foi encontrado morto por volta das 5h30 na Avenida Rio Branco. O caso foi registrado no 3º DP, da Santa Ifigênia.

Um homem foi encontrado morto baleado na cabeça na Avenida Rio Branco%2C enquanto jovem faleceu supostamente por overdose de cocaínaDivulgação

O evento, que começou às 18h de sábado e termina às 18h de domingo, teve também a morte de um rapaz de 21 anos. Jonatan Santos Nascimento foi encontrado na Santa Ifigênia, mas morreu supostamente de overdose de cocaína.

Segundo a Polícia Militar, até às 11h deste domingo, seis pessoas haviam sido baleadas durante a Virada Cultural e uma outra esfaqueada. A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo informou ter recebido dois baleados e que um deles ainda segue em atendimento.

A PM afirmou o esfaqueamento ocorreu na Avenida Ipiranga, por volta de 1h20. A vítima foi levada ao Pronto Socorro da Santa Casa e o caso foi registrado no 3º DP. Os casos de baleados ocorreram na Avenida Ipiranga, no Viaduto do Chá e na Rua 24 de Maio, onde a vítima foi um menor de idade.

De acordo com um balanço preliminar, houve até às 11h na Virada Cultural 941 abordagens, cinco roubos, um furto, 12 tumultos e um menor apreendido. O 2º DP, no Bom Retiro, registrou também dois arrastões e efetuou cerca de 20 detenções.

Já no 77º DP, na Santa Cecília, foram 14 ocorrências de roubo e furto. Também foi registrado um arrastão, em que seis criminosos abordaram quatro vítimas e levaram todos seus pertences. Uma menor de idade chegou a ser agredida.

Segundo informações da Polícia Militar, o efetivo que atende o evento é composto por 2400 policiais à pé, 1000 motorizados e 100 viaturas. No entanto, o volume de policiais não estaria sendo suficiente para fiscalizar a estimativa de 4 milhões de pessoas.

Últimas de _legado_Brasil