Por julia.amin
Publicado 04/06/2013 22:54 | Atualizado 04/06/2013 22:55

São Paulo - O Tribunal de Justiça de São Paulo divulgou nesta terça-feira a redução da pena de Lindemberg Alves para 39 anos e três meses. Lindemberg foi condenado pela morte da ex-namorada Eloá Pimentel.

Em fevereiro de 2012, o rapaz havia sido condenado a 98 anos e 10 meses de prisão pelo assassinato da ex-namorada, e por mais 11 crimes cometidos durante o sequestro ocorrido em 2008 em Santo André, no ABC paulista.

Julgamento de Lindemberg Alves em 2012Reprodução Internet


Na ocasião, Lindemberg invadiu o apartamento que Eloá morava com o pais e manteve a menina e três colegas - Nayara, Iago e Victor Campos- em cárcere privado por cerca de 100 horas. Lindemberg liberou os meninos, mas manteve Eloá e Nayara como reféns. Quando a polícia resolveu invadir o partamento, o rapaz atirou na cabeça de Eloá e na de Nayara. Eloá teve morte cerebral no dia 18 de outubro. Nayara foi atingida no rosto, mas sobreviveu.

Apesar de a defesa afirmar que Lindemberg gostava da ex-namorada e não teve intenção de matá-la, o juri decidiu que houve um homicídio doloso (quando o crime é intencionado).

Você pode gostar