Protestos continuam em quatro cidades do Brasil

Até o momento, todas as manifestações seguem pacíficas

Por O Dia

Rio de Janeiro - Mais manifestantes foram às ruas na tarde desta terça-feira protestar contra o aumento das tarifas do transporte público, corrupção e falta de investimentos em saúde e em educação. Os protestos tiveram início por volta das 17h em quatro cidades do país.

Em São Paulo, mais de dez mil pessoas se reuníram na parça da Sé. Agora, eles tentam invadir a Prefeitura. Já em São Gonçalo (RJ), cerca de cinco mil pessoas protestam em frente ao prédio da Prefeitura, cercado por homens do Batalhão de choque.

Manifestantes fecharam os dois sentidos da Avenida Antônio Carlos, perto da UFMG em Belo Horizonte. Já no nordeste, a cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, tem um protesto um pouco diferente. Eles reivindicam a lei aprovada que reduz bônus salariais de professores de escolas municipais em até 40%.

Todas as manifestações seguem pacíficas até o momento. Cidades de Recife, Cuiabá, Porto Alegre, Pelotas e João Pessoa já anunciaram que vão diminuir o valor da passagem do transporte público

Últimas de _legado_Brasil