Protestos no Brasil são destaque da imprensa internacional

Manifestações foram descritas como 'as maiores das últimas décadas'

Por O Dia

As manifestações que se espalham pelo Brasil pela insatisfação da população foram manchetes nesta terça-feira na imprensa internacional. Os principais jornais do mundo destacaram os cerca de 250 mil pessoas que foram para as ruas nesta segunda-feira, nas principais cidades brasileiras.

Todos os veículos informam que a população está descontente com o custo de vida e que as menifestações começaram com o aumento do preço dos transportes. Os protestos que ganharam o Brasil e já foram feitos até fora do país são descritos como "as maiores manifestações das últimas décadas".

Destaque do The New York TimesReprodução Internet

O jornal americano “The New York Times” fala de milhares de manifestantes nas ruas brasileiras, contra o alto custo de vida e os gastos com os estádios de futebol.

El ClarínReprodução Internet

A rede britânica “BBC” informou “Violência no Rio, atos pacíficos em São Paulo e tentativas de subir no prédio do Congresso, em Brasília”.

A edição em inglês da rede árabe “Al Jazeera” estampa a insatisfação pública com os preços do transporte público e os gastos para a Copa.

O francês “Le Monde” fala de “uma maré de manifestantes no Brasil; cenas de caos no Rio”. Segundo o jornal, cerca de 200 mil pessoas protestaram contra o preço dos transportes e os gastos para a Copa do Mundo de 2014.

Le MondeReprodução Internet

O italiano “Corriere Della Sera” destacou: “Confrontos e feridos no Rio de Janeiro, em protestos contra os gastos da Copa do Mundo”.

“O descontentamento no Brasil provoca o maior protesto em décadas”, estampa o jornal espanhol “El País”, que destaca o aumento do preço dos transportes como motivo.

No argentino “El Clarín”, o destaque é para as bombas incendiárias lançadas contra a Assembleia Legislativa do Rio.

Últimas de _legado_Brasil