Alckmin suspende reajuste de pedágios nas rodovias paulistas

Aumento que entraria em vigor a partir da próxima segunda-feira deveria girar em torno de 6,5%

Por O Dia

São Paulo - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, suspendeu o reajuste de pedágios nas rodovias paulistas. O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo governador no Palácio dos Bandeirantes, após inúmeras manifestações contra o aumento do custo de vida.

"Não haverá nenhum reajuste, nem o índice de IGPM, nem o índice previdenciário. Incentivamos a cobrança eletrônica, hoje nós temos três empresas, acabamos com o monopólio e vai entrar a 4ª empresa, implantamos o Ponto a Ponto, que caiu pela metade o valor do pedágio", disse o governador.

O aumento, que entraria em vigor a partir da próxima segunda-feira, deveria girar em torno de 6,5%. Segundo o governo paulista, a medida vai de encontro ao programa Ponto a Ponto, que prevê tarifas mais justas de pedágio por meio de cobrança por trecho percorrido.

Últimas de _legado_Brasil