Confira previsão do tempo para este fim de semana

Diversas cidades do Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste, podem registrar baixos níveis de umidade

Por O Dia

Neste fim de semana, o ar seco predomina e mantém o tempo firme em grande parte do Brasil. Por causa da presença deste sistema, diversas cidades do Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste, podem registrar baixos níveis de umidade relativa do ar.

Em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e algumas cidades do sul de Minas Gerais, os dias serão marcados por grande amplitude térmica, ou seja, frio durante as madrugadas e um pouco de calor à tarde.

Na região Sul, uma frente fria avança e muda o tempo, principalmente no Rio Grande do Sul e nas áreas de fronteira com o Uruguai. No litoral nordestino, as ondas de leste voltam mais enfraquecidas, porém com força suficiente para provocar chuva forte ao longo do dia.

Sudeste

Nesta sexta-feira, o sol predomina em grande parte do Sudeste do país. Em diversas áreas de São Paulo, Rio de Janeiro e do sul de Minas Gerais, o dia começa com nevoeiro, mas que logo se dissipa. Apenas em São Mateus, no extremo norte capixaba, uma frente fria ao largo do litoral sul da Bahia deixa o céu nublado. De acordo com a Climatempo, há possibilidade de chuva a qualquer momento. Nas demais áreas da região, o ar seco predomina e a temperatura sobe devagar, até faz um pouco de calor. Devido à presença deste sistema, principalmente no interior destes estados, a umidade relativa do ar pode atingir índices entre 30% e 40%, o que caracteriza nível de observação, segundo os padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS).

No sábado, a frente fria no litoral sul baiano aumenta a instabilidade sobre o leste do Espírito Santo. Entre Vitória e São Mateus, a nebulosidade predomina e a chuva acontece a qualquer hora com forte intensidade em alguns momentos. Nas demais áreas do Sudeste, principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro e no sul de Minas Gerais, a madrugada ainda fria favorece a formação de nevoeiro, mas que se dissipa. Ao longo do dia, o ar seco segue a predominar, o sol aparece mais forte e, à tarde, a sensação será de temperatura amena. A umidade relativa do ar pode ficar baixa em algumas localidades da região.

No domingo, uma frente fria chega enfraquecida ao Sudeste do Brasil e não provoca alterações no tempo. Apenas no Rio de Janeiro a influencia dos ventos deste sistema espalham algumas nuvens, mas que não provocam chuva nem escondem totalmente o sol. Em Campos dos Goytacazes, em Vitória e em São Mateus, a chuva acontece entre a madrugada e o início da manhã e ao longo do dia, o sol aparece entre nuvens. Nas demais áreas, o ar seco predomina e a temperatura sobe gradualmente no decorrer da tarde. Por causa da presença deste sistema, os níveis de umidade relativa do ar ficam baixos em alguns municípios.

Sul

Nesta sexta-feira, uma frente fria avança e espalha muitas nuvens em parte do Sul do Brasil. Nas áreas de fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, inclusive na Campanha Gaúcha, por causa do contraste térmico, há risco de temporal acompanhado de queda de raios, informa a Climatempo. Pelo interior do Estado, a chuva acontece a partir da tarde e de forma isolada. Nas demais áreas, inclusive na capitais (Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba), o ar seco predomina e a temperatura sobe à tarde.

No sábado, a frente fria aumenta a instabilidade sobre grande parte da região, especialmente no Rio Grande do Sul. Na fronteira gaúcha com o Uruguai, o dia amanhece com céu nublado e com chuva, que pode ser forte em alguns momentos, mas durante a tarde a intensidade diminui. Pelo interior gaúcho e entre São Luiz Gonzaga e Porto Alegre, a chuva acontece várias vezes ao longo do dia. No norte do Estado e em Chapecó, a nebulosidade predomina intercalando aberturas de sol e as pancadas de chuva podem ocorrer a qualquer hora. Em Foz do Iguaçu, segundo a Climatempo, a previsão indica chuva a partir da tarde. Nas demais áreas, o ar seco mantém o tempo firme e à tarde esquenta.

No domingo, este sistema avança pela região e mantém o tempo instável em parte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. No centro-norte gaúcho, sul e oeste catarinense e em Foz do Iguaçu (PR), a nebulosidade predomina intercalando aberturas de sol e a chuva acontece a qualquer hora. Na capital, litoral e no interior paranaense, as pancadas estão previstas a partir da tarde. Em Londrina e na fronteira sul gaúcha, o sol aparece e não chove.

Centro-Oeste

Nesta sexta-feira e no sábado, o ar seco predomina em todo o Centro-Oeste do Brasil. O dia amanhece com sol e a temperatura sobe rapidamente. Devido ao predomínio deste sistema, os níveis de umidade relativa do ar podem ficar abaixo dos 20% em diversos municípios da região. De acordo com a Climatempo, os dias serão marcados por grande amplitude térmica, ou seja, temperaturas amenas durante as madrugadas e calor intenso ao longo das tardes.

No domingo, o dia amanhece com predomínio de sol e temperatura em elevação em toda a região. Porém, em Ponta Porã, uma frente fria ao largo do litoral do Sudeste influencia favorece o aumento da umidade relativa do ar que, associada ao calor, provoca o aumento de nuvens e a chuva acontece a partir da tarde. Nas demais áreas, o ar seco predomina, faz calor e não há previsão de chuva. Os índices de umidade relativa do ar podem ficar entre 30% e 40% em diversos locais da região.

Norte

Nesta sexta-feira (12) e no sábado (13), áreas de instabilidade espalham muitas nuvens que provocam chuva a qualquer hora sobre o norte do Amazonas e em Roraima. Entre Cruzeiro do Sul, no Acre, até Belém, no Pará, por causa do tempo quente, úmido e abafado as nuvens se formam com facilidade e ocorrem pancadas de chuva em pontos isolados. Nas demais áreas, o ar seco que atua em grande parte do Brasil inibe a formação de nuvens, faz calor e não chove.

No domingo (14), o sol aparece em grande parte da região. Entre Boa Vista e Macapá, a nebulosidade predomina intercalando algumas aberturas de sol e a chuva acontece a qualquer hora com até forte intensidade. Entre Cruzeiro do Sul, Tucuruí e Belém, por causa do calor e a disponibilidade de umidade, as nuvens se formam com facilidade e as pancadas são aguardadas entre o começo da tarde e fim da noite. Nas demais áreas, o ar seco mantém o tempo firme e com predomínio de sol.

Nordeste

Nesta sexta-feira, áreas de instabilidade, tecnicamente conhecidas como Ondas de Leste, deixam o céu nublado e com chuva forte entre Recife à Natal. Nas áreas de agreste e sertão, em Fortaleza e no litoral da Bahia, onde há a presença de uma frente fria, a nebulosidade predomina intercalando aberturas de sol e as pancadas ocorrem a qualquer hora. No centro-norte do Maranhão, em Teresina, Mossoró e em Aracaju, a chuva está prevista a partir da tarde. Nas demais áreas, o ar seco predomina, faz calor e não chove. Por causa da presença deste sistema, em diversas localidades, os índices de umidade relativa do ar ficam fora dos padrões adequados.

No sábado, a frente fria se afasta do litoral da Bahia, mas ainda deixa muitas nuvens espalhadas sobre parte do estado. Na faixa litorânea entre o sul baiano até São Luís, a nebulosidade predomina intercalando breves aberturas de sol e a chuva acontece a qualquer hora, principalmente entre Recife a João Pessoa, onde há risco de chuva forte. Nas demais áreas da região, o ar seco predomina e o tempo fica firme. Com a presença do sol, a temperatura sobe rapidamente e faz calor.

No domingo, os ventos úmidos que sopram do oceano mantém a nebulosidade entre o sul baiano e Salvador. Nestas localidades, chove com até moderada intensidade a qualquer hora. Entre Recife a Natal, as pancadas de chuva são mais intensas e com até forte intensidade em alguns momentos. Em Maceió, Sergipe, Fortaleza, Teresina e São Luís, a chuva está prevista a partir da tarde e de forma isolada. Nas demais áreas, o ar seco predomina e inibe a formação de nuvens de chuva. Por causa da presença deste sistema, os índices de umidade relativa do ar podem ficar baixos em diversas localidades.

Últimas de _legado_Brasil