Por helio.almeida
MC DalesteReprodução Internet

São Paulo - A Polícia Civil vai voltar ao local onde o MC Daleste foi baelado em cima do palco, resultando na morte do funkeiro. O objetivo é saber qual a trajetória dos disparos feitos no último dia 6. A previsão é de que os trabalhos sejam retomados ainda nesta segunda-feira.

Para desvendar quem matou o funkeiro MC Daleste, a Polícia Civil vai fazer um desenho da região para saber a possível localização do atirador. Existe a suspeita de que o assassino não estava entre os fãs, mas em um local a 20 ou 30 metros e tenha estudado o local do show.

Estão previstos para esta segunda-feira os depoimentos de pelo menos duas pessoas: o responsável pela montagem de tendas para a festa e uma funcionária dele. Na primeira semana de investigações, 15 testemunhas foram ouvidas, entre parentes da vítima, representantes da associação do bairro e um organizador da festa.

Daleste morreu após ser baleado durante o show no bairro San Martin, em Campinas (SP). A polícia já recebeu pelo menos 100 denúncias feitas por meio de vídeos ou mensagens. Mais informações podem ser fornecidas pelo pelo Disque-Denúncia, no telefone 181. O sigilo é assegurado.

Você pode gostar