Por helio.almeida
Ônibus que levava religiosos descia a serra quando perdeu o freio e capotouReprodução Internet

Minas Gerais - O número de mortos no acidente ocorrido na última sexta-feira no interior de Minas Gerais com um ônibus fretado por uma igreja evangélica subiu para 11 neste domingo, após a morte de uma mulher que tinha ficado gravemente ferida e estava hospitalizada, informaram fontes médicas.

Francisca Nunes não resistiu aos ferimentos que sofreu no acidente e morreu na tarde deste domingo, segundo a direção do Hospital Municipal de Governador Valadares. O corpo de Francisca será levado para Sobradinho, um município próximo de Brasília, onde foi realizado hoje o velório coletivo das outras vítimas.

Quatro vítimas do acidente continuam internadas no Hospital Municipal de Valadares e não há previsão de alta para os pacientes, informou o hospital. O acidente ocorreu por volta da meia-noite de sexta-feira no quilômetro 223 da rodovia MG-259, nos limites do município de Governador Valadares, segundo a polícia.

O ônibus, em que viajavam 42 fiéis da Igreja Assembleia de Deus, perdeu o controle em uma curva quando descia uma serra e por falhas nos freios acabou capotando. Os sobreviventes disseram que o ônibus já tinha apresentado falhas nos freios e que o motorista estava disposto a buscar uma oficina em Governador Valadares para resolver o problema.

As vítimas tinham partido de Brasília e se dirigiam a Setubinha, no interior de Minas Gerais, para participar da inauguração de um templo da Assembleia de Deus e entregar doações, principalmente roupas e alimentos, a famílias pobres do Vale de Jequitinhonha.

Você pode gostar